ORAÇÕES DA BÍBLIA – “A oração do Espírito Santo” – Romanos 8.26-27

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

CULTO DE ORAÇÃO E ESTUDO BÍBLICO – 2.2.11

ORAÇÕES DA BÍBLIA – “A oração do Espírito Santo” – Romanos 8.26-27

Preparado pelo Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

 

INTRODUÇÃO

Quando pensamos nas orações da Bíblia, vêm-nos à mente as orações de pessoas piedosas ou aflitas. Mas eis uma surpresa: Deus ora! O Espírito Santo é Deus e ele é intercessor. Ele ora por nós. Assim veremos uma oração divina, uma oração do E. Santo. O texto diz que ele ora por nós. Ele não é uma coisa, dando choques nas pessoas ou fazendo-as gritar no culto. É uma pessoa que sente por nós. Vejamos isto.

 

1. A ORAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO POR NÓS É FEITA EM NOSSO MOMENTO DE FRAQUEZA, QUANDO NÃO SABEMOS NEM ORAR

Na hora da fraqueza não sabemos orar convenientemente. Por vezes nem temos vontade de orar. Jesus orou por Pedro (Lc 22.32), pelos discípulos (Jo 17.9), pela igreja do futuro (Jo 17. 20). A Divindade é acessível e sensível. Ama-nos e suas pessoas intercedem por nós. O Espírito está no nosso íntimo, conhece nossos sentimentos e os apresenta a Deus melhor que nós. Ele expressa o que não sabemos expressar.  Quando você não consegue orar, o Espírito é seu intercessor.

 

2. A ORAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO POR NÓS É FEITA COM GEMIDOS QUE NÃO PODEM SER EXPRESSOS POR PALAVRAS

Com dor. Muitas orações humanas são conversa fiada e outras, mero discurso. A do Espírito por nós é passional. Ele não precisa de palavras para se expressar. Às vezes nos colocamos diante de Deus com tanta dor que nem conseguimos falar. O Espírito conhece nossa dor e a externa ao Pai. Ele sofre por nós. Ele geme, expressando nossa dor ao Pai. Oração é mais que palavras. É alma derramada. Ele derrama a nossa. Ele desvela à Trindade o que está no nosso âmago.

 

3. A ORAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO POR NÓS É FEITA DE ACORDO COM A VONTADE DE DEUS

Muitas orações são egoístas. A unha encravada da pessoa dói mais que a fome dos sem teto e sem pão. Ele compatibiliza nossa vontade e a do Pai. Por vezes vamos orar por algo e na oração vemos que não é assim. Ele nos corrigiu. Sintonizou-nos com o Pai. Não sabemos o que pedir porque não sabemos o que é melhor para nós. Ele sabe. Orar no Espírito não é gritar. É harmonizar-se com a vontade do Pai. Jesus ensinou isto: “Seja feita a tua vontade”. O Espírito nos alinha com Deus. Faz com que nosso coração bata junto com o do Pai.

 

CONCLUSÃO

Orar não é dar ordens a Deus ou entregar-lhe uma lista de compras. Devemos buscar sintonia com sua vontade. Devemos mostrar nossa submissão ao Espírito porque ele nos harmoniza com Deus Pai, que esquadrinha nosso coração: Romanos 8.28. Deus Espírito Santo esquadrinha tudo: 1Coríntios 2.10. Orar é auto-examinar-se. É colocar-se diante de Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo com lisura de alma. A Trindade nos conhece, nos sonda. Isto é motivo de segurança. Se andarmos corretamente diante de Deus, podemos ter segurança no que pedirmos, pois ele nos conhece.