GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA – 5

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA – 5

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho.

 

INTRODUÇÃO

Já estudamos Escrituras, Deus, Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo. Hoje falamos do homem. Eis a Declaração doutrinária da CBB sobre o homem.

III. O HOMEM – Por um ato especial, o homem foi criado por Deus à sua imagem e conforme a sua semelhança e disso decorrem o seu valor e dignidade (1).  Seu corpo foi feito do pó da terra e para o mesmo pó há de voltar (2).  Seu espírito procede de Deus e para ele retornará (3).  O Criador ordenou que o homem domine, desenvolva e guarde a obra criada (4). Criado para a glorificação de Deus (5).  Seu propósito é amar, conhecer e estar em comunhão com seu Criador, bem como cumprir sua divina vontade (6). Ser pessoal e espiritual, o homem tem capacidade de perceber, conhecer e compreender, ainda que em parte, intelectual e experimentalmente, a verdade revelada, e tomar suas decisões em matéria religiosa, sem mediação, interferência ou imposição de qualquer poder humano, seja civil ou religioso (7).

(1) Gn 1.26-31; 18.22; 9.6; Sl 8.1-9; Mt 16.26
(2) Gn 2.7; 3.19; Ec 3.20; 12.7
(3) Ec 12.7; Dn 12.2,3
(4) Gn 1.21; 2.1; Sl 8.3-8
(5) At 17.26-29; 1Jo 1.3,6,9
(6) Jr 9.23,24; Mq 6.8; Mt 6.33; Jo 14.23; Rm 8.38,39
(7) Jo 1.4-13; 17.3; Ec 5.14,17; 1Tm 2.5; J19.25,26; Jr 31.3; At 5.29; Ez 18.20; Dn 12.2; Mt 25.32,46; Jo 5.29; 1Co 15; 1Ts 4.16,17; Ap 20.11-15

COMENTÁRIOS

1. Item 1:  Ficam claras a dignidade e grandeza do homem. Não é um macaco aperfeiçoado, mas um ente especial, criado por Deus. O homem não é uma coisa. Não pode ser comparado a um feixe de capim nem a um monte de esterco, como no orientalismo, em que tudo é Deus porque a matéria é divina (obviamente, como consequência, nada é Deus!). Seu valor não é outorgado pela sua posição social ou pelos seus bens, mas intrínseco.

2. Ele é matéria (item 2) e espírito (item 3). É o único da criação que tem uma centelha divina. Ele voltará ao Criador. Isto abre a porta para um dia de acerto de contas com Deus.

3. Ele foi criado para o domínio e cuidado do mundo (item 4). Não deve predar seu ambiente, mas administrá-lo. Não deve cultuar a natureza porque ele foi vocacionado para dominá-la. Ela é uma coisa e ele é um ente.

4. O homem não foi criado para ser feliz nem para vencer, mas para viver para Deus (itens 5 e 6). Quando vive para Deus é feliz e vence. As pessoas hoje veem pelo ângulo errado. Buscam felicidade e realização sem Deus. Mas o propósito do homem é existir para Deus. Mateus 6.33 sintetiza bem isto. Quando nos encontramos dentro do propósito de Deus nos realizamos.

5. O homem foi criado com capacidade de compreender a revelação de Deus e de tomar suas decisões espirituais sem pressão do poder político ou outra força qualquer. É livre para decidir e será responsabilizado por sua ela decisão. A Bíblia, várias vezes, diz: “Escolhei”. Somos responsáveis pelas decisões que tomarmos. Ninguém pode impor sua religião a outra pessoa, nem obrigá-la a praticar uma determinada fé religiosa. Os batistas, na história religiosa, foram os paladinos da liberdade religiosa. Diferentemente da Igreja Católica e dos reformados nunca impusemos nossa fé aos outros.