GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA – 7

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho.

 

INTRODUÇÃO

Já estudamos Escrituras, Deus, Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo, Homem e Pecado. Na sequência, o assunto hoje é Salvação. Alguém desavisado dirá que o que importa é ser salvo, e não estudar o assunto. Tal atitude será arrogância travestida de espiritualidade. Estudar o assunto nos ajudará a entender a beleza da obra de Jesus por nós.

 

V- A SALVAÇÃO

A salvação é outorgada por Deus pela sua graça, mediante arrependimento do pecador e da sua fé em Jesus Cristo como único Salvador e Senhor. 1 O preço da redenção eterna do crente foi pago de uma vez por Jesus Cristo, pelo derramamento do seu sangue na cruz.2 A salvação é individual e significa a redenção do homem na inteireza do seu ser. 3 É um dom gratuito que Deus oferece a todos os homens e que compreende a regeneração, a justificação, a santificação e a glorificação.4
(1) Sl 37.39; Is 55.5; Sf 3.17; Tt 2.9-11; Ef 2.8,9; At 15.11; 4.12
(2) Is 53.4-6; 1Pe 1.18-25; 1Co 6.20; Ef 1.7; Ap 5.7-10
(3) Mt 16.24; Rm 10.13; 1Ts 5.23,24; Rm 5.10
(4) Rm 6.23; Hb 2.1-4; Jo 3.14; 1Co 1.30; At 11.18

 

OBSERVAÇÕES

1. Deus é o autor da salvação, conforme o item 1. Nós não nos salvamos, nós somos salvos. Ao mesmo tempo, Deus não nos salva sem que tomemos duas atitudes: arrependimento e fé. Mas não é fé na fé. Nem fé no poder do Espírito Santo, como ensinam alguns. É a fé em Jesus Cristo como único Salvador e Senhor. Não basta ter fé. Porque não é a fé que importa, mas o objeto da fé: Jesus. Pode-se ter fé na pessoa errada.

2. A salvação foi resolvida no Calvário, de uma vez por todas. Não há mais nada a fazer. Nada posso fazer, a não ser aceitar que Jesus morreu pelos meus pecados, e crer nele. A IURD quer reedificar o templo de Salomão, em S. Paulo. Para quê? A morte de Jesus acabou com os sacrifícios.

3. Não há salvação por procuração. A mãe mais amorosa não pode decidir pelo seu filho. Cada pessoa há que se fazer a pergunta de Pilatos: “Que farei de Jesus chamado Cristo?” e responder positivamente.

4. A salvação não é um ato, mas um processo que “compreende a regeneração, a justificação, a santificação e a glorificação”. Veja Filipenses 2.12 (a salvação deve ser desenvolvida) e 1Pedro 2.2 (crescer para a salvação). Aludem aos passos posteriores de nossa justificação. O estágio final da salvação está em 1João 3.2. Seremos como Cristo. Fomos predestinados para sermos como ele (Rm 8.29). A salvação não é apenas um seguro contra o incêndio, mas um agir de Deus em nossa vida que nos conduz do estado de perdidos até o estado da perfeição na eternidade. Para isso, ele trabalha em nossa vida, e usa pessoas que ele vocacionou para tal e ajuntou na igreja (Efésios 4.11-13). É tolo e soberbo quem despreza a igreja. Quem diz que não precisa de igreja mostra seu ranço, empáfia e ignorância do propósito de Deus. Olhou seu umbigo, e não a totalidade da obra de Deus. Fomos ajuntados num corpo para crescermos e para ajudarmos outros a crescerem. Quem acha que ninguém na igreja acrescenta algo à sua vida, que é perfeita, leve sua perfeição para ajudar os imperfeitos. Que tente entender o propósito da salvação, usando um pouquinho de humildade.