HEBREUS 4.1-10 – “Entre no descanso”

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS – 20.2.2013

HEBREUS 4.1-10 – “Entre no descanso”

 

INTRODUÇÃO

Hebreus tem três grandes divisões: (1) A superioridade universal e infinita de Jesus, o Cristo (1.1-4.16); (2) A superioridade inquestionável do sacerdócio de Jesus, o Cristo (5.1-10.39); (3) A superioridade da pessoa e do poder de Jesus, o Cristo (11.1-13.19). Estamos terminando a primeira divisão. O tema ainda é o descanso, que, já vimos, significa a entrada na totalidade das promessas de Deus, a completude de sua obra em nós. O modelo é a peregrinação dos homens de Israel pelo deserto. Foram tirados da escravidão, mas a obra de Deus não se completou na vida deles. Muitos cristãos vivem neste estado, de uma obra que nunca se complementa em suas vidas. Vejamos isso, estruturando-nos em algumas expressões do texto.

 

1. “SOMOS NÓS QUE ENTRAMOS NO DESCANSO” – VV. 3, 9

“Nós, os que temos crido”. O autor e seus destinatários, cristãos. As promessas do Antigo Testamento se direcionam para o novo povo de Deus, a Igreja. Veja Gálatas 3.15-16 e 4.28. Deus jurou àqueles rebeldes que eles nunca desfrutariam do descanso. Aquelas promessas ficaram reservadas: v. 9. O povo de Deus, com direito às promessas de Deus, é a Igreja. Somos nós. Deus tem um descanso para nós!

2. “TEMEMOS QUE ALGUM DE VÓS PAREÇA TER FALHADO” – V. 1

Os ex-cativos falharam por rebeldia a Yahweh. As murmurações durante a peregrinação provam isso. Queriam voltar ao Egito: Números 14.1-4. Os destinatários da carta eram rebeldes. Queriam voltar ao judaísmo! Nada de volta ao passado! Veja Hebreus 10.39. Os heróis de Hebreus 11 marcharam para frente! Por isso, atentemos para Hebreus 12.1-2. Que nunca falhemos por ter saudades do passado.

3. “JAMAIS ENTRARÃO NO MEU DESCANSO” – VV. 2, 4-5, 7-9

O descanso é a completude das obras de Deus (v. 4). Os ex-cativos não entraram. Faltou-lhe a fé que gera ação (v. 2). As promessas estão guardadas (v. 6). Então Deus determina o tempo chamado HOJE para dá-las (vv. 7-9). Muitos cristãos também não entram no descanso e vão ficando pelo deserto. Nunca entram em Canaã (que em Hebreus não é o céu, mas a vida plena). Viver no deserto não é bom. Há cristãos no deserto!

CONCLUSÃO

Quem entra no repouso descansa de suas obras (v. 10). Suas lutas cessam e ele descansa tranquilo em Deus. Enquanto houver rebeldia e desobediência, a vida plena nunca nos chegará. Quando cremos e descansamos, entramos na posse do que Deus tem de melhor para nós. Quando Israel chegasse em Canaã, trabalharia duro para cultivar a terra, mas estaria no lugar que Deus lhe destinou. Muitos de nós nunca descobrimos o propósito de Deus para nossa vida porque não descansamos nele. Creia, entregue e entre no descanso.