“Lições das heroínas da fé” – Hebreus 11.11 e 31

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS – 27º. estudo

“Lições das heroínas da fé” – Hebreus 11.11 e 31

 

INTRODUÇÃO

A lista dos heróis da fé, em Hebreus 11, é cronológica. Quase todos os vultos são homens. Duas mulheres: Sara e Raabe. A esposa de Abraão e uma prostituta. Expressivo. Deus não é dos bonzinhos. Seu amor é para os mauzinhos, também. Com Raabe há um contraste: os do povo de Deus, que murmuraram, pereceram. Ela, que não era, viveu. Lição: há gente fora do povo de Deus recebendo bênção. Há gente, no meio do povo de Deus, sofrendo as consequências de uma vida sem fé. Dia 14 preguei sobre “Lições do pai da fé” (Hb 11.8-10). Hoje falo sobre “Lições das heroínas da fé”. Vejamos as lições.

  1. SARA: FÉ É RECEBER O IMPOSSÍVEL – V. 11

Fé é crer no poder de Deus. “Estéril” e havia passado da idade de gerar um filho. Creu no duplamente impossível. “Ela duvidou, ela riu”. Outro ângulo: como eu posso? Eu não posso! Deus podia e pôde. Há fé que exalta a pessoa. Ela se exalta por ter muita fé, põe-se como especial. Como se fosse uma maneira de arrancar as coisas de Deus. Fé é entender assim: eu não posso, eu não tenho condições, mas Deus vai fazer. Sara foi a matriarca, a escolhida.  Deus abençoa seu povo quando este crê em suas promessas. Importante: não é fé na fé (“Eu tenho muita fé!” ou “Tenha fé!”). É fé Nele, Naquele que tem todo poder. Jesus: “Todo poder me foi dado” (Mt 28.18). Em sara Deus agiu para que a família eleita fosse ação exclusiva sua, sem influência humana. Os propósitos de Deus dependem de seu querer, e somos apenas instrumentos.

 

  1. RAABE: FÉ É RECEBER O QUE OUTROS NÃO BUSCAM – V. 31

Fé é crer na graça de Deus. Arriscou a vida. Talvez sacerdotisa pagã. Nome de uma divindade cananita, o monstro do caos. Dragão que nadava no oceano que cobria a terra. Tiamate o venceu e criou o mundo.  Sua profissão de fé: Josué 2.8-12. V. 11 com Deuteronômio 4.39. Pede graça.  Fé não é dar ordens. Fé é apelar para a graça. “Errei muito, pequei muito, não sou merecedor…”. Pregador: “Fé é saquear os céus”. Que horror! Fé é crer na bondade de Deus, apelar para sua misericórdia, crer que ele perdoa e aceita. Uma gentia que se tornou povo de Deus por causa da fé e da graça. Graça, da parte de Deus, e fé, da nossa, nos tornam membros do povo de Deus. Com Raabe Deus mostra que sua misericórdia perdoa nosso passado e nos dá um futuro cheio de possibilidade.

 

CONCLUSÃO

Muito de nosso conceito de fé centraliza-se na pessoa: pessoa de muita fé. Há gente que se orgulha de ter fé, como se isto a tornasse manipuladora de Deus ou lhe desse um cartão de crédito espiritual que os outros não têm.  Não se ponha como sujeito. Lembre-se de João 3.27.  O sujeito é Deus. Só existe fé porque há graça. Faça a oração de Marcos 9.24. “Ajuda a minha fé”.