Arquivos da categoria: Estudos em Hebreus

“Lições das heroínas da fé” – Hebreus 11.11 e 31

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS – 27º. estudo

“Lições das heroínas da fé” – Hebreus 11.11 e 31

 

INTRODUÇÃO

A lista dos heróis da fé, em Hebreus 11, é cronológica. Quase todos os vultos são homens. Duas mulheres: Sara e Raabe. A esposa de Abraão e uma prostituta. Expressivo. Deus não é dos bonzinhos. Seu amor é para os mauzinhos, também. Com Raabe há um contraste: os do povo de Deus, que murmuraram, pereceram. Ela, que não era, viveu. Lição: há gente fora do povo de Deus recebendo bênção. Há gente, no meio do povo de Deus, sofrendo as consequências de uma vida sem fé. Dia 14 preguei sobre “Lições do pai da fé” (Hb 11.8-10). Hoje falo sobre “Lições das heroínas da fé”. Vejamos as lições.

Continue lendo “Lições das heroínas da fé” – Hebreus 11.11 e 31

“Não há para onde recuar” – Hebreus 10.26-39

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS – 26º. estudo

“Não há para onde recuar” – Hebreus 10.26-39

 

INTRODUÇÃO

“Porque” (v. 26). Conexão com o tópico anterior, de não abandonar a “congregação” (v. 25). Eles queriam voltar ao judaísmo, mas aquilo acabou. Este texto não pode ser desligado do contexto, sob pena de má interpretação. Não se discute o cair da graça nem a perda da salvação. Vamos devagar e atentos. O autor faz três afirmações bem seguras.

 

1. NÃO HÁ NADA LÁ ATRÁS! – VV. 26-27

“Já não há mais sacrifício que possa tirar os nossos pecados” (NTLH). Rodapé da NTLH: “Não há nenhum outro sacrifício além do sacrifício de Cristo; quem rejeita esse sacrifício, está se condenando a si mesmo”. Vejam Hebreus 6.4-6. A partir de 4.14, o autor mostra que o judaísmo acabou. Era apenas um indício da obra de Jesus. Não há mais nada lá atrás. Só à frente. Voltar para trás é voltar para o nada. Ou Cristo ou nada. Sem Jesus não há nada, a não ser o medo do julgamento sobre os adversários da obra de Cristo (eles estavam se colocando como adversários!).

 

2. SE LÁ ATRÁS HAVIA SERIEDADE, IMAGINEM AGORA! – VV. 28-31

Quem rejeitava a Lei de Moisés morria (v. 28). Jesus é superior a Moisés (cap. 3).  A Lei (chamada de Torah, nunca passaria: Mateus 5.18). Jesus disse que suas palavras nunca passariam: Mateus 24.35. A palavra dele é a nova Torah. O destino final dos homens depende da resposta à palavra dele: Mateus 7.24-27. A Torah julgava. A palavra de Jesus julga: João 12.48.  Moisés escreveu a Torah, mas na realidade, escreveu sobre Jesus: Joao 5.46. Serão julgados com rigor: vv. 30-31. Não desprezem a Palavra de Jesus: 2.1-3.

 

3. DEIXEM DE OLHAR PARA TRÁS E OLHEM PARA FRENTE! – VV. 32-38

Lembrem como vocês ficaram firmes em meio a provações (vv. 32-33)! Lembrem como vocês foram solidários com os sofredores, porque olhavam para frente (v. 34)! Vocês querem jogar tudo fora, inclusive a recompensa (v. 35)? A perseverança é necessária para alcançar a promessa (v. 36). Gente capenga na fé não obtém recompensa! Ele virá (v. 37). No versículo 38, temos a famosa citação de Habacuque 2.4 (“o justo viverá da fé”), que aparece três vezes no Novo Testamento (Romanos 1.17, Gálatas 3.11 e Hebreus 10.38). Em Romanos a ênfase é no “justo”. Em Gálatas é em “viverá”. Aqui a ênfase é em “fé”, como sinônimo de Graça, em oposição à Lei. Olhem para frente, firmes na Graça!

 

CONCLUSÃO

O versículo 39 encerra a argumentação. Nós não somos dos que recuam para o judaísmo, para um passado que não existe. Somos dos que avançam. E, para provar, ele vai mostrar a galeria dos que, no Antigo Testamento, olharam para frente, para o que vinha. Até Moisés, que preferiu Cristo (isso mesmo, Cristo!) ao Egito (v. 26)! Abraão viu o dia de Cristo (João 8.56). Isaías viu Jesus (João 12.41). Por isso, nós devemos cumprir o que o autor diz em Hebreus 12.2.

 

“Como se aproximar de Deus” – Hebreus 10.22

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS – 25º. estudo

Como se aproximar de Deus” – Hebreus 10.22

 

INTRODUÇÃO

O livro é um sermão dirigido a uma comunidade de cristãos de origem hebreia. Cristãos que tinham sido judeus e queriam voltar ao judaísmo. Tese: A superioridade de Cristo. Mostra ao longo do livro. Anjos trouxeram a lei. Cristo superior a anjos. Moisés deu a lei. Cristo é superior a Moisés. Judaísmo era sacerdotal. Cristo é superior aos sacerdotes. Judaísmo era o antigo pacto. Jesus trouxe um novo pacto: 8.6 e 13. O judaísmo se baseava nos sacrifícios. O de Jesus é melhor: 9.15 e 28. Agora, a questão: Como se aproximar de Deus? No AT era terrível: Êx 20.18-21. Povo pediu sacerdócio. Não podia se aproximar de Deus. Hebreus: Acheguemos… Como se aproximar de Deus na nova aliança? Não é assustador. É ato de confiança: v. 22. Mais uma superioridade do cristianismo. Questão: como se aproximar de Deus? Mostra quatro atitudes.

  Continue lendo “Como se aproximar de Deus” – Hebreus 10.22

“O procedimento do povo do novo pacto” – Hebreus 10.15-25

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS

“O procedimento do povo do novo pacto” – Hebreus 10.15-25

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

 

INTRODUÇÃO

Já vimos a ideia de novo pacto e novo tempo apresentados pelo autor de Hebreus. No texto hoje estudado, ele mostra que a nova aliança fora profetizada em Jeremias 31.33-34. No v. 18, por causa dela, reafirma o fim do sacerdotalismo judaico. O tempo novo é o de Cristo. A seguir, passa a mostrar como a igreja (o povo do novo pacto)  é e como deve proceder.

Continue lendo “O procedimento do povo do novo pacto” – Hebreus 10.15-25

“O que Jesus está fazendo agora?” – Hebreus 10.11-14

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS– 19.6.13

O que Jesus está fazendo agora?” – Hebreus 10.11-14

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

INTRODUÇÃO

Conhecemos a obra de Cristo. Sabemos o que ele fez: foi crucificado, ressuscitou, ascendeu aos céus, e voltará. Mas, o que faz lá? Até sua volta, o que ele faz? Dorme? Sonha, planeja? Texto responde. Esta seção, vv. 11-14, se concentra na glória atual de Cristo, após ofertar seu corpo (v. 10), o que vimos no último estudo. Vamos examinar.

  Continue lendo “O que Jesus está fazendo agora?” – Hebreus 10.11-14

“A superioridade da nova aliança” – Hebreus 9.1-15

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS – 29.5.13

“A superioridade da nova aliança” – Hebreus 9.1-15

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

 

Para entendermos esta parte do livro de Hebreus, temos que entender o que foi o tabernáculo, e mais tarde, como foi o templo. Sua disposição física era nestes moldes:

tabernaculo

O relato de sua construção está em Êxodo 25-28, 30,35-40 (onze capítulos, ao todo). Era a habitação de Deus (Êx 25.8).  Cristo “tabernaculou” entre nós (Jo 1.14); nós somos agora o “santuário” de Deus (1Co 3.16,17; 6.19; 2Co 6.16).  Tudo tinha que ser feito conforme o modelo mostrado a Moisés (Êx 25.9,40; 39.42; 40.16), que era apenas uma “figura”, uma “sombra” uma “parábola” do verdadeiro no céu (Hb 8.5; 9.1, 9, 23, 24; 10.1).

Continue lendo “A superioridade da nova aliança” – Hebreus 9.1-15

HEBREUS 8.7-13 – “A antiga aliança acabou! Viva a nova aliança!”

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS – 22.5.13

HEBREUS 8.7-13 – “A antiga aliança acabou! Viva a nova aliança!”

 

INTRODUÇÃO

No estudo anterior vimos que o autor resumiu o que dissera anteriormente. Jesus é o novo Sumo Sacerdote, ofereceu-se como sacrifício por nó, e resolveu a questão do relacionamento com Deus para sempre. O perdão não é mais como no Antigo Testamento, com prazo de validade, mas é eterno. Agora, ele mostra que a antiga aliança acabou e vigora a nova.

Continue lendo HEBREUS 8.7-13 – “A antiga aliança acabou! Viva a nova aliança!”

HEBREUS 8.1-6 – “O mais importante de tudo”

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS – 15.5.13

HEBREUS 8.1-6 – “O mais importante de tudo”

 

INTRODUÇÃO

É assim que começa o capítulo: “Ora, o mais importante de tudo o que temos afirmado” (v. 1). Conforme o rodapé da King James, em grego equivale a “resumo essencial”. Ele vai resumir o que disse. Vejamos o resumo do seu arrazoado.

 

1. “TEMOS UM SUMO SACERDOTE…” – V. 1

O Sumo Sacerdote entrava no lugar santíssimo, o debir, uma vez por ano, no Yom Kipur, o Dia do Perdão. Ele conseguia o perdão para o povo, mas com prazo de validade, por um ano. Tinha que ser renovado, no ano seguinte. Jesus, no debir celestial, fez um sacrifício único. Resolveu o problema do pecado de uma vez por toda (Hb 9.25, 28).

Continue lendo HEBREUS 8.1-6 – “O mais importante de tudo”

HEBREUS 7.11-28 – “A superioridade de Jesus” – parte 2

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS – 8.5.13

HEBREUS 7.11-28 – “A superioridade de Jesus” – parte 2

 

INTRODUÇÃO

Tendo mostrado a superioridade da obra de Jesus sobre o sacerdotalismo judaico (os dois estudos anteriores), o autor conclui seu arrazoado. O texto é longo e não faremos uma análise versículo a versículo, mas em blocos de ideias. Eis algumas delas:

Continue lendo HEBREUS 7.11-28 – “A superioridade de Jesus” – parte 2

HEBREUS 7.4-10 – “A superioridade de Jesus”

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS – 21.4.2013

HEBREUS 7.4-10 – “A superioridade de Jesus”

 

INTRODUÇÃO

Melquisedeque já foi introduzido na questão. De forma brilhante, o autor de Hebreus, ainda sem citar Jesus (no v. 3 a citação é circunstancial – só o mencionará no v. 14), mostra a superioridade de Melquisedeque, tipo de Jesus, sobre Abraão. Compara Jesus com Melquisedeque e assim o põe como superior a todo o sistema judaico. Começa agora, pelo sacerdócio levítico. Vejamos.

Continue lendo HEBREUS 7.4-10 – “A superioridade de Jesus”

HEBREUS 7.1-3 – “Melquisedeque, um tipo de Jesus”

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS – 17.4.2013

HEBREUS 7.1-3 – “Melquisedeque, um tipo de Jesus”

 

INTRODUÇÃO

O autor introduz uma nova figura, Melquisedeque. Surge pela primeira vez em Gênesis 14.18-20. É citado no Salmo 110.4. A “Ordem de Melquisedeque”, como instituição, nunca existiu. Que significa seu aparecimento, neste contexto? E que Ordem é esta, que não houve?

Continue lendo HEBREUS 7.1-3 – “Melquisedeque, um tipo de Jesus”

HEBREUS 6.13-20 – “A promessa de Deus é imutável”

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS – 3.4.2013

HEBREUS 6.13-20 – “A promessa de Deus é imutável”

 

INTRODUÇÃO

O título vem da King James. O autor falou da herança prometida. Agora expõe as bases da certeza desta herança, e como ela se destina aos descendentes espirituais de Abraão. Elas são dos que creem em Jesus. Sua apropriação não é por etnia, mas por causa de obra sacerdotal de Cristo. Vejamos isso.

Continue lendo HEBREUS 6.13-20 – “A promessa de Deus é imutável”

HEBREUS 6.9-12 – “Em busca da herança prometida”

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS – 27.3.2013

HEBREUS 6.9-12 – “Em busca da herança prometida”

 

INTRODUÇÃO

Falou dos que desistiram e caíram ao lado. O sujeito foi “aqueles” (v. 4). Agora volta aos destinatários: “vós outros” (v. 9). “Aqueles” caíram. E “vós”? Qual é a situação dos que recebem e leem a carta, inclusive nós?

 

1. ESTÃO EM SITUAÇÃO MELHOR – V. 9

“Aqueles” apostaram (v. 6). “Vossa situação é muito melhor” (v. 9). “Aqueles” perderam as bênçãos da salvação. “Vós”: beneficiados “com as bênçãos decorrentes da salvação”. A perseverança do crente honra a Deus e beneficia o fiel. O perseverante sempre está em situação melhor.

Continue lendo HEBREUS 6.9-12 – “Em busca da herança prometida”

HEBREUS 6.1-8 – “Vamos ser adultos?” ou “O perigo da apostasia”

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS – 20.3.2013

HEBREUS 6.1-8 – “Vamos ser adultos?” ou “O perigo da apostasia”

 

INTRODUÇÃO

Queixou-se da criancice deles. V. 1: “Prossigamos”. Viviam nos rudimentos (vv. 1-2). Há gente que não sai da mamadeira. “Sigamos, pois, avante” (v. 3). Vamos amadurecer! Trata dos que “apostaram da fé” (v. 6). Um dos textos mais problemáticos. Tentemos compreender.

 

1. QUEM SÃO ELES? – VV. 4-5

Continue lendo HEBREUS 6.1-8 – “Vamos ser adultos?” ou “O perigo da apostasia”

HEBREUS 5.11-14 – “Vamos deixar de ser crianças?”

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS – 13.2.2013

HEBREUS 5.11-14 – “Vamos deixar de ser crianças?”

 

INTRODUÇÃO

“Quanto a isso” (v. 11). O que é “isso”? O tema anterior: o que o evangelho é, como revelação cabal e definitiva. Tinha muito que dizer sobre isso. “Difícil de explicar”. Evangelho é simples: 1Co 15.1-4. Mas é complicado: o Eterno entrou no tempo, o Infinito entrou no espaço, e outros desafios que temos que responder. “Vos tornastes indolentes para aprender”. Há gente que gosta de um forró evangélico, mas tem pavor de estudo bíblico. São crianças: v. 12. No negativo do termo: infantis, bebês espirituais. Conselho dele: “Vamos deixar de ser crianças!”. Um contraste entre o cristão criança e o cristão adulto.

  Continue lendo HEBREUS 5.11-14 – “Vamos deixar de ser crianças?”

HEBREUS 5.1-10 – “E foi resolvido por Ele!”

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS – 6.2.2013

HEBREUS 5.1-10 – “E foi resolvido por Ele!”

 

INTRODUÇÃO

A intermediação entre Deus e o homem foi pedida pelos homens (Êx 20.18-19). Sua função era resolver os problemas de relacionamento entre um Deus Santo e homens pecadores. No fundo, a questão era o pecado, que turbou o relacionamento, desde Gênesis 3. No último estudo vimos que esta questão foi resolvida para sempre por Jesus. Agora, o autor explica como seu deu isso. Ele faz analogia de Jesus com os sacerdotes do Antigo Testamento. Vejamos e entendamos: o problema foi resolvido. E por Ele! Tinha que ser por Ele!

  Continue lendo HEBREUS 5.1-10 – “E foi resolvido por Ele!”

HEBREUS 4.11-16 – “Já está tudo resolvido!”

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS – 27.2.2013

HEBREUS 4.11-16 – “Já está tudo resolvido!”

 

INTRODUÇÃO

Termina a primeira seção do livro: “A superioridade universal e infinita de Jesus, o Cristo (1.1-4.16)”. O autor encerra sua argumentação e deixa um gancho para a segunda e maior seção do livro: “A superioridade inquestionável do sacerdócio de Jesus, o Cristo (5.1-10.39)”. Começa com “Diante disso” (v. 11). Ou seja: à luz do que foi dito… E exorta à firmeza. Não sejam como os vultos do passado (v. 11). Mas muitos são! Como disse Killpatrick: “A única lição que a história nos ensina é que não aprendemos nada das lições da história”. É verdade. Mas vamos ao assunto. Dois elementos nos ajudarão na firmeza: (1) A Revelação (a Palavra) – vv. 11-12; (2) O Grande Sumo Sacerdote (Jesus) – vv. 14-16. Na realidade, será apenas um. Mas vejamos.

  Continue lendo HEBREUS 4.11-16 – “Já está tudo resolvido!”

HEBREUS 4.1-10 – “Entre no descanso”

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS – 20.2.2013

HEBREUS 4.1-10 – “Entre no descanso”

 

INTRODUÇÃO

Hebreus tem três grandes divisões: (1) A superioridade universal e infinita de Jesus, o Cristo (1.1-4.16); (2) A superioridade inquestionável do sacerdócio de Jesus, o Cristo (5.1-10.39); (3) A superioridade da pessoa e do poder de Jesus, o Cristo (11.1-13.19). Estamos terminando a primeira divisão. O tema ainda é o descanso, que, já vimos, significa a entrada na totalidade das promessas de Deus, a completude de sua obra em nós. O modelo é a peregrinação dos homens de Israel pelo deserto. Foram tirados da escravidão, mas a obra de Deus não se completou na vida deles. Muitos cristãos vivem neste estado, de uma obra que nunca se complementa em suas vidas. Vejamos isso, estruturando-nos em algumas expressões do texto.

  Continue lendo HEBREUS 4.1-10 – “Entre no descanso”

HEBREUS 3.07-19 – “Você entrou no descanso?”

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS – 6.2.2013

HEBREUS 3.07-19 – “Você entrou no descanso?”

INTRODUÇÃO

Viemos até o versículo 6. O teor muda, agora. De Moisés e Jesus para Israel e Igreja. Libertado da escravidão e tendo a promessa de Canaã, Israel quis voltar ao Egito. Aquela igreja, libertada do mundo e das regrinhas do judaísmo, também queria voltar ao passado. Os destinatários da carta, cristãos, estavam sendo incrédulos e rebeldes. Como os hebreus. Três ideias servem de estrutura do texto: (1) Um descanso não apropriado; (2) Um procedimento que não deve ser imitado; (3) Uma frustração que pode ser evitada. Vejamos isso.

  Continue lendo HEBREUS 3.07-19 – “Você entrou no descanso?”

HEBREUS 3.1-06 – “Moisés ou Cristo?”

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS – 30.1.2013

HEBREUS 3.1-06 – “Moisés ou Cristo?”

INTRODUÇÃO

Lembrando: escreve para cristãos que vieram do judaísmo e a ele queriam retornar. A mesma arma satânica hoje: a insuficiência de Cristo. É o tempo descrito em 2Timóteo 4.3-4. A pessoa “descobre” o que nunca alguém viu em 2.000 anos de cristianismo, acha-se iluminada e quer mudar tudo. Para ela, quem só tem Jesus é apenas um iniciado. É preciso Jesus e algo mais. Cristianismo é simples: Cristo. Carta de Morcegão a Chupim: Cristo e alguma coisa mais. Cristo é suficiente. O autor compara Cristo e Moisés. “Considerai”. Verbo grego: olhar fixa e demoradamente, abstendo-se do resto. Chama a Jesus de “Apóstolo”. Por quê? Efésios 2.20: Igreja edificada sobre “apóstolos e profetas”. O judaísmo estava edificado sobre “sacerdotes e profetas”. Jesus é o Grande Apóstolo (enviado por Deus) e Sumo Sacerdote, não apenas sacerdote. Não há mais sacerdotes (nem levitas). O judaísmo acabou. O autor compara Jesus com Moisés.

  Continue lendo HEBREUS 3.1-06 – “Moisés ou Cristo?”

HEBREUS 02.14-18 – “Os efeitos da morte de Cristo”

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS – 23.1.2013

HEBREUS 02.14-18 – “Os efeitos da morte de Cristo”

INTRODUÇÃO

Após a introdução (1.1-3), veio o primeiro discurso (1.4-14): Cristo e os anjos. Agora, o segundo discurso: Cristo e os homens. Este tem uma introdução (2.1-3): não desprezem quem fala, o Filho, que é a palavra última do Pai. Ele é maior que anjos. Clímax: v. 14, com “portanto”. Não devemos desprezar a Cristo porque ele é a palavra última de Deus e por causa do significado de sua morte. Este é o tema: os efeitos da morte de Cristo. Quais são?

  1. A MORTE DE CRISTO É A DERROTA DO DIABO – V. 14

Não pela ressurreição; pela morte. O Diabo era o senhor da morte. Cristo a experimentou. O Justo pagou pelos pecadores. E venceu. Nós venceremos. Filipenses 1.23. Ele: Lucas 23.46. Estêvão: Atos 7.59. Há também vitória sobre as tentações. Não precisamos viver derrotados: Romanos 7.22-25. Cristo dá forças para viver corretamente. Nova vida, não de sujeição aos instintos, mas de equilíbrio. Cristo capacita para vida nova. Venceu a morte física e a morte espiritual.

  1. A MORTE DE CRISTO NOS LIBERTA DA ESCRAVIDÃO – V. 15

O Maligno era forte. Cristo o enfraqueceu. Invadiu o seu domínio, amarrou-o, e nos libertou. Este é o sentido de Marcos 2.27. Há gente “amarrando” Satanás com palavras. Não tem noção do que fala. E tem uma noção exagerada de si. Cristo fez isso. Libertou-nos da escravidão espiritual: João 8.34 e 36. Em Cristo, não somos mais escravos e sim povo de Deus: Apocalipse 5.9-10. Não podíamos nos libertar. Nossa libertação foi alcançada por ele.

  1. A MORTE DE CRISTO FEZ PROPICIAÇÃO PELOS NOSSOS PECADOS – V. 17

“Propiciação”. Que significa isto? “Remoção da ira mediante a oferta de um presente”. Alude aos tratados de paz no Oriente antigo: aplacar a ira de um poderoso, fazer uma aliança, pagando tributo. Nós não podíamos fazer. Muita gente tenta agradar a Deus, com obras, religiosidade, cerimônias. Cristo fez. Ele pagou o preço. Qual preço? Apocalipse 5.9, novamente. Somos salvos porque Cristo morreu pelos nossos pecados.

  1. A MORTE DE CRISTO O TORNOU APTO PARA NOS SOCORRER – V. 18

Não foi morte tranquila. Foi sofrida. Sabe o que é sofrer. Isaías 53.3-6. Para os gregos, as divindades eram apáticas. Deus é pático. Mais que isso, é empático. A encarnação prova sua empatia. Sofrimentos físicos: Mateus 27.30, Marcos 15.15; Sofrimentos morais: Marcos 15.16-20; Sofrimentos emocionais: Marcos 14.33-34, Lucas 22.44. O hino que diz: “Deus te compreende as dores”. Deus sabe o que é ser um humano.

CONCLUSÃO

Cristo morreu por nós. Pelos nossos pecados, para nos dar vida, para vencermos a morte. Pessoalmente, gosto da vida. Viver é fantástico. Mas quando chegar a hora de partir será grande glória. Cada um de nós, salvos por Cristo, poderemos cantar: “Será grande glória pra mim”.

 

 

HEBREUS 2.10-14 – “O Pai, o Filho e os filhos”

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS – 16.1.2013

HEBREUS 2.10-14 – “O Pai, o Filho e os filhos”

 

INTRODUÇÃO

No estudo passado paramos neste ponto: não vemos o homem na glória que Deus tem para ele, mas vemos a Jesus. Coroado de honra e de glória (v. 9). É em Jesus, o Filho (termo preferido para ele, em Hebreus), que o homem recupera o propósito que Deus tinha para ele antes da Queda. Analisemos o texto.

  Continue lendo HEBREUS 2.10-14 – “O Pai, o Filho e os filhos”

HEBREUS 2.1-9 – “Como escaparemos?”

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS – 9.1.2013

HEBREUS 2.1-9 – “Como escaparemos?”

INTRODUÇÃO

O autor começa com uma pergunta. Se a transgressão da palavra trazida pelos anjos foi castigada, como não será com a transgressão da palavra trazida pelo Filho? Todo o argumento gira ao redor desta pergunta. Eles queriam deixar o evangelho e retornar ao judaísmo. Como escapariam se rejeitassem o Filho? Faz duas recomendações:

  Continue lendo HEBREUS 2.1-9 – “Como escaparemos?”

HEBREUS 1.4-14 – “Anjos ou Cristo?” – 1.4-14

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM HEBREUS – 2.1.13

HEBREUS 1.4-14 – “Anjos ou Cristo?” – 1.4-14

INTRODUÇÃO

Vivemos num tempo de culto aos anjos. Há o anjo do dia, o que ele come e bebe, perfume que gosta. Como será que anjo come? Gosta de champagne? Em que parte do corpo passará perfume? Hebreus: Cristo é superior aos anjos (v. 4). Tese: lei foi trazida por anjos (2.2). Se Cristo é superior aos anjos, a revelação que ele trouxe é superior à lei. Por que voltar ao judaísmo, se o evangelho é superior? Movimento nova era: a Era de Aquário seria nova era. Lorota. Era o paganismo, a velha era. O evangelho combateu isso: Colosssenses 2.16. Por que andar atrás de anjos? Fique com Jesus!

1. O FILHO FOI GERADO; ANJOS FORAM CRIADOS – V. 5

Filho foi gerado. Mas é eterno (1.2). Questão: da mesma essência. Atos 13.33. Hebreus 1.5 tem conexão com Atos 2.36. Com a ressurreição, o Filho se tornou Senhor. Anjos foram criados por ele e para ele: Colossenses 1.16. Foi gerado; não criado. Que criamos? Animais? Plantas? Que geramos? Gênesis 5.3: à imagem e semelhança, mesma essência e natureza. Quem é Jesus? Como o Pai: incriado. Anjos são entes espirituais criados. Adorar só a Deus, não o que foi criado.

  1. O FILHO É ADORADO; ANJOS O ADORAM E SERVEM – V. 6

Primogênito, para nós, o primeiro. No grego, prototokos, superioridade. Têm direitos sobre os demais. Anjos anunciaram sua concepção (Lc 1.26-27), seu nascimento (Lc 2.9-11), trouxeram-lhe comida (Mt 4.11), confortaram-no (Lc 22.41-43), anunciaram sua ressurreição (Lc 24.4). São adorno. Há gente encantada com os servos do Rei. Procure o Rei. Não cultue nem busque ajuda em anjos. Eles adoram a Cristo.

3. O FILHO É ETERNO; OS ANJOS SÃO EFÊMEROS – VV. 7-8

O Filho é eterno; os anjos passageiros: vv. 7-8. Os anjos são vento, labaredas de fogo (efêmeros); Filho reina para sempre (vv. 7-8). Mutabilidade da criação e permanência eterna do Filho: vv. 10-12. E é chamado de Deus. Uma das mais claras declarações sobre a divindade de Jesus. Tem trono para sempre: v. 8. Devemos confiar no que nunca se abala, e não no passageiro. Além de eterno, tem um trono. Anjos não têm.

  1. O FILHO É SENHOR; OS ANJOS SÃO SERVIDORES – VV. 13-14

Seus inimigos serão vencidos: v. 13. Toda oposição a ele será vencida. Pensamos nisto? Os adversários de Cristo são inimigos de Deus! Tempo de ecletismo religioso (vaguinha para judeus, muçulmanos, gente boazinha, cheia de moral e de religiosidade). Deus só aceita quem vem a ele pelo Filho (Jo 14.6). Quem não tem o Filho está perdido: João 3.17-18 e 36. Filho é Senhor e Salvador e anjos são servidores (v. 14). Eles trabalham pelos salvos; ele é o autor da salvação.

CONCLUSÃO

Tem mais excelente nome (caráter, personalidade): Filipenses 2.9-10. O terceiro mandamento do Decálogo: Êxodo 20.3. NT: o nome é o de Jesus. Confie em Jesus! Não procure ajuda em anjos. Procure em Jesus. “Qual é o anjo de hoje?”. Jesus é o Senhor e Salvador de sempre. Todas as horas. “Eu te gerei” vem de Salmo 2.4. Conclui: “Bem-aventurados…”. Refugie-se em Cristo.