Arquivo da tag: Revista Você

A LEI DA CRUZ

Isaltino Gomes Coelho Filho

Publicado primeiramente na revista “Você”.

E Jesus proclama às multidões: ‘Se alguém deseja seguir-me, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz dia após dia. E caminhe após mim’” (Lucas 9.23).

“Ai, não aguento mais isso, estudar Matemática é a minha cruz!”; “Tomar esse ônibus lotado todas as manhãs, com sono, é a minha cruz!”. Uma senhora idosa se queixava, na fila do banco, que a artrose era a sua cruz. Muitos de nós já ouvimos expressões semelhantes a essas. As pessoas pensam em cruz como algo desagradável, que as incomoda e da qual elas, se pudessem, se livrariam. “Cruz” se tornou sinônimo de algo desagradável, mas não mortal. Mas, muito mais que desagradável, ela era mortal. Ser crucificado não era ser levemente incomodado, mas era morrer de morte bastante dolorosa.

Continue lendo A LEI DA CRUZ

PROCURANDO OU EVITANDO SARNA PARA SE COÇAR?

Isaltino Gomes Coelho Filho

Preparado originalmente para a revista “Você”, e publicado com autorização da revista.

“Procurando sarna pra se coçar”. Este é um ditado que se aplica a pessoas que procuram problemas. Por algum motivo, elas têm necessidade de se envolverem em encrencas. A Bíblia nos fala de duas pessoas que passaram pelo mesmo problema, a tentação sexual. Uma a abraçou e se deu mal. A outra fugiu do problema e se deu bem. Uma procurou sarna para se coçar, e a outra evitou coceira.

Continue lendo PROCURANDO OU EVITANDO SARNA PARA SE COÇAR?

RELIGIÃO COMO ENFEITE

Isaltino Gomes Coelho Filho

Publicado originalmente na revista “Você” e usado com permissão da revista.

Guardai-vos de fazer as vossas boas obras diante dos homens, para serdes vistos por eles; de outra sorte não tereis recompensa junto de vosso Pai, que está nos céus” (Mateus 6.1)

Há um site de humor que mostra atrizes famosas, maquiadas, bem vestidas, enfeitadas, e exibe outra foto delas, ao natural, sem produção alguma, como se diz. A diferença é tão grande que muitas vezes nem se reconhece quem é. A imagem da pessoa enfeitada é bem diferente da pessoa real.

Continue lendo RELIGIÃO COMO ENFEITE

A VIDA TODA É DE DEUS

Isaltino Gomes Coelho Filho

Publicada originalmente na revista “Você”

“Olhai para as aves do céu, que não semeiam, nem ceifam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não valeis vós muito mais do que elas? Ora, qual de vós, por mais ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado à sua estatura? (…) Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã; porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal” (Mateus 6.26-27,34).

           Quando completou 38 anos de ministério pastoral, este autor decidiu parar um tempo, para descanso, estudo, viagens e escrever. Neste período foi morar na região de Brasília, que ele e a esposa muito amam. Adotou um passatempo matinal. Dava alpiste e painço aos pardais, em sua quadra. Punha-lhes água fresca, numa tigela, aonde eles vinham beber e se banhar. Eram dezenas de pardais. Na ocasião, escreveu três artigos sobre os pardais. Um deles se intitulava “Deus cuida dos pardais (mas eu dou água e comida para eles)”.  Ao retornar ao pastorado, em outra cidade, acertou com a pessoa que alugara sua casa que esta alimentaria os pardais. Continue lendo A VIDA TODA É DE DEUS

O SEMPRE DESCONCERTANTE JESUS

Isaltino Gomes Coelho Filho

Publicado originalmente na revista “Você”

“Pois eu também não condeno você. Vá e não peque mais!” (João 8.11)

              Todos nós conhecemos bem esta história. Já a lemos e a ouvimos muitas vezes. Ela começa com uma pegadinha dos líderes judeus, para derrubarem Jesus. Trouxeram-lhe uma mulher, “apanhada em adultério”. A Lei mosaica mandava apedrejá-la, dizem eles. Qual seria a posição de Jesus? Esta é a pegadinh Continue lendo O SEMPRE DESCONCERTANTE JESUS

O DESCONCERTANTE JESUS

Isaltino Gomes Coelho Filho

Publicado originalmente na revista “Você”

“Vocês ouviram o que foi dito: ‘Não cometa adultério’. Mas eu lhes digo: Quem olhar para uma mulher e desejar possuí-la já cometeu adultério no seu coração. Portanto, se o seu olho direito faz você pecar, arranque-o e jogue-o fora. Pois é melhor perder uma parte do seu corpo do que o corpo inteiro ser atirado no inferno. Se a sua mão direita faz você pecar, corte-a e jogue-a fora. Pois é melhor perder uma parte do seu corpo do que o corpo inteiro ir para o inferno” (Mateus 5.27-30, NTLH). 

 

A palavra “adultério” soa mal. Mas seu sentido é pior. É a quebra do vínculo com uma pessoa com que se casou, é a quebra de um voto de dedicação e fidelidade. Muitos dos heróis televisivos são mostrados como gente que se relaciona fora do casamento com muita facilidade. Mas não é este o princípio bíblico para a vida de um casal. Quando chegar sua hora de casar, você quererá uma pessoa que lhe seja fiel. É justo. Desejamos alguém que nos ame e se dedique a nós, e nunca nos traia. Mas você deve assumir o propósito de ser fiel e se dedicar à pessoa com que se casará. Continue lendo O DESCONCERTANTE JESUS

Quem entrará no reino?

Isaltino Gomes Coelho Filho

 

“Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então lhes direi claramente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade” – Mateus 7.21-23.

Publicado originalmente pela revista “Você”. Publicado no site por deferência da revista.

 

 

Quando conversamos com as pessoas sobre salvação ou a vida eterna no céu, as opiniões variam, mas seguem numa mesma direção: “Aquele que faz o bem!”, ou “Quem ama o próximo!”, ou, ainda, “Quem tem uma religião!”. Em linhas gerais, é o equivalente a “todo mundo que não é mau!”.  Estas respostas podem ser sinceras, mas ignoram o que Jesus disse sobre o assunto. Continue lendo Quem entrará no reino?

DEUS E AS RIQUEZAS

 

“Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar a um e amar o outro, ou há de dedicar-se a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas” (Mt 6.24).

 

Isaltino Gomes Coelho Filho

 

Publicado originalmente pela revista “Você”. Publicado no site por deferência da revista.

 

Como tudo que Jesus disse, aqui há uma profundidade extraordinária. Ele revelava muita sabedoria em suas palavras e nesta declaração nos deixa um conselho que, se observado, muito ajudará nossa vida espiritual, como também a emocional e até mesmo a vida material. Ele trata da nossa relação com os bens materiais. Eles devem ser nossos servos e devem ser usados por nós. Não podem ser nossos senhores nem nos dominar.

Continue lendo DEUS E AS RIQUEZAS

A VIDA TODA É DE DEUS

Isaltino Gomes Coelho Filho

“Olhai para as aves do céu, que não semeiam, nem ceifam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não valeis vós muito mais do que elas? Ora, qual de vós, por mais ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado à sua estatura? (…) Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã; porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal” (Mateus 6.26-27,34).

Continue lendo A VIDA TODA É DE DEUS

Uma ética cristã para hoje

Um estudo em Mateus 5.1-3, preparado originalmente para a revista “Você”, da UFMBB

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

A Ética é um dos ramos da Filosofia. Trata da conduta ideal do indivíduo. Tem muito a ver conosco, cristãos, porque um dos pontos mais fortes da vida cristã é a conduta diante do mundo. Ou seja, como devemos proceder no mundo. Há até um ramo da Ética chamado de Ética Cristã.

Refletir sobre ética, a conduta ideal do cristão no mundo, é bastante oportuno. Afinal, seguir a Cristo não é viver na igreja cantando, mas é viver no mundo. Jesus orou pelos seus seguidores nestes termos: “Não peço que os tires do mundo, mas que o guardes do Maligno” (Jo 17.15). Vivemos no mundo, não dentro da igreja. Então, como vier corretamente?

Nosso ponto de partida será o chamado “Sermão do Monte” de Jesus, contido em Mateus, capítulos 5 a 7. É o mais famoso discurso religioso de todos os tempos. Trata-se de um primor literário e também de conteúdo. Se todas as pessoas, inclusive nós, cristãos, o praticassem, o mundo seria um paraíso. Ele é considerado como “a constituição do reino de Deus”. Jesus veio pregando o reino de Deus, logo após a tentação no deserto (Mt 4.1-10), começou a pregar e a pregar o reino de Deus. O sermão do monte estabelece as regras de conduta do cidadão do reino. Continue lendo Uma ética cristã para hoje

A bênção da dor no coração

Um estudo em Mateus 5.7, preparado originalmente para a revista “Você”, da UFMBB

Bem-aventurados os misericordiosos…” Mateus 5.7

Em nosso estudo da ética do sermão do monte, estamos analisando as bem-aventuranças pronunciadas por Jesus. Chegamos à quinta, que tem uma estrutura diferente das demais. Ela é retribuidora. Explico. Nas bem-aventuranças anteriores, a pessoa era algo e por isso recebia alguma coisa. Nesta, a pessoa receberá o que ela é. Na realidade, não se diz que receberá o que é, mas que alcançará para si o que faz aos outros. É como se fosse algo que está lá, esperando por ela.

Quem for misericordioso alcançará a misericórdia. Vivemos num mundo em que o negócio é ser forte, competitivo, em que os fracos vão caindo pelo caminho. E quem deseja vencer e triunfar na vida precisa sobrepujar os outros. É a ética do mundo. Quem tiver a boca maior engole o outro. Mas o cristão é exortado a usar de misericórdia para alcançá-la para si. Vamos ver o que Jesus pretendia nos ensinar com esta bem-aventurança.

O que é misericórdia?

Continue lendo A bênção da dor no coração