GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA – 22 – EDUCAÇÃO RELIGIOSA

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA – 22

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho.

 

INTRODUÇÃO

Após evangelização e missões, a Declaração Doutrinária da Convenção Batista Brasileira contempla o ministério da Igreja em educar os cristãos. Jesus disse que deveríamos ensinar os convertidos a guardarem seu ensino (Mt 28.20). Este é o ministério de educação religiosa na Igreja. Pessoalmente, prefiro o termo “educação cristã”, mas foi este termo que a CBB adotou. Reproduzo-o aqui.

XIV- EDUCAÇÃO RELIGIOSA

O ministério docente da igreja, sob a égide do Espírito Santo, compreende o relacionamento de Mestre ediscípulo, entre Jesus Cristo e o crente (1). A palavra de Deus é o conteúdo essencial e fundamental nesse processo e no programa de aprendizagem cristã (2) O programa de educação religiosa nas igrejas é necessário para a instrução e desenvolvimento de seus membros, a fim de “crescerem em tudo naquele que é a cabeça, Cristo”. Às igrejas cabe cuidar do doutrinamento adequado dos crentes, visando à sua formação e desenvolvimento espiritual, moral e eclesiástico, bem como motivação e capacitação sua para o serviço cristão e o desempenho de suas tarefas no cumprimento da missão da igreja no mundo (3).


(1) Mt 11.29, 30; Jo 13.14-17
(2) Jo 14.26; 1Co 3.1,2; 2Tm 2.15
(3) Sl 119; 2Tm 3.16,17; Cl 1.28; Mt 28.19,20

OBSERVAÇÕES

1. O Espírito Santo é o grande ensinador na igreja. Leia com atenção os capítulos 14-16 de João, mas particularmente veja João 14.26 e 16.13-15. A igreja cheia do Espírito Santo não é a que grita no culto, mas a que aprende mais de Cristo. Repito a frase que tenho usado várias vezes: o Espírito Santo não é um fio desencapado dando choque nas pessoas para elas gritarem. A vida cristã não são emoções, mas a formação de Cristo em nossa vida após nosso nascimento espiritual (Gl 4.19). Pela educação cristã, a Igreja aprende mais sobre como nos relacionarmos com Deus. Esta é a base da vida cristã: relacionar-se com Deus através de Jesus Cristo.

2. O que deve ser estudado é a Palavra de Deus, e não livros de gurus, fundadores de seitas (como livros de Ellen White e Alan Kardec) ou “revelações” trazidas por anjos (como o livro do Mórmon). Qualquer ensino fora das palavras de Jesus é soberba, delírio e desonestidade. Veja 1Timóteo 6.3-6.

3. O alvo é ser como Cristo. Muitos crentes querem ser como ricos capitalistas e empreendem várias atividades religiosas para comprar as bênçãos de Deus (variação das indulgências católicas medievais, em que, com dinheiro, se comprava o favor de Deus). Mas nunca amadurecem espiritualmente. Veja Efésios 5.1-2 1 1Pedro 2.21-22.

4. Todo crente preocupado em crescer espiritualmente deveria se engajar no processo de educação religiosa de sua igreja local. Há um bom conselho neste sentido, em Hebreus 10.25. Na reunião congregacional ensinamos e aprendemos uns dos outros, em comunhão e vivência, além, obviamente, da Palavra de Deus.