Por Trás de Amazing Grace

Por Trás de Amazing Grace

A Vida de William Wilberforce nos cinemas 

Os cristãos à volta do mundo foram convidados a entoar o famoso hino Amazing Grace no Domingo 18 de Fevereiro de 2007, no que foi consagrado como Amazing Grace Sunday,  em acção de graças pelo segundo centenário da abolição da escravatura e em intercessão pela libertação de homens, mulheres e crianças ainda hoje escravizados. A iniciativa foi articulada com o lançamento do filme Amazing Grace e teve o apoio da Aliança Evangélica Mundial.

O hino Amazing Grace (HCC 314) está na sua origem ligado à luta pela abolição da escravatura. John Newton (1725-1807), autor da letra, gastara parte da sua vida no comércio de escravos, tendo ele próprio sido preso em África e tratado como escravo. Na viagem de regresso a Inglaterra, quando o barco quase naufragava, Newton voltou-se para Deus: Senhor, tem misericórdia de nós. De volta à sua cabina reflectiu e entendeu que Deus se lhe tinha dirigido através da tempestade e que a Sua graça tinha começado a manifestar-se. Foi o que ele descreveu como grande libertação, o dia da sua conversão. A leitura do clássico Imitação de Cristo, de Thomás de Kempis, e do Novo Testamento, nesta altura, foram instrumentos para esta reviravolta na sua vida.

Newton viria a ser um entusiasta discípulo do evangelista George Whitefield e conheceria John Wesley, fundador da Igreja Metodista. Tornou-se pastor da Olney Parish Church  e depois da St. Mary, Woolnot, em Londres. Em Olney  tornou-se amigo do poeta William Cowper. Juntos trabalharam nos cultos semanais, em reuniões de oração e na produção de um novo hino para cada culto da comunidade. Escreveu Amazing Grace, em Dezembro de 1772, apresentando-o à sua congregação no culto do dia 1 de Janeiro de 1773.

Durante a apresentação da oratória O Messias, de Haendel, em Londres,  Newton pregou uma série de sermões sobre os temas do libreto da oratória (Nascimento, Paixão, Ressurreição, Julgamento Final, Glorificação de Cristo). Em resultado de um destes sermões, o jovem William Willberforce (1759-1833), membro da Câmara dos Comuns desde os vinte e um anos, recém convertido, procuraria o seu conselho pastoral junto de Newton. Em 1786, Wilberforce começou a levantar-se cedo para ler as Escrituras, orar e escrever o seu diário. Neste mesmo ano Wilberforce entenderia que a sua missão de vida passaria a ser a luta pela supressão da escravatura e a reforma moral da sociedade. O ex-traficante Newton, agora pastor  e determinado a combater a escravatura, tornar-se-ia uma grande inspiração para a gigantesca luta de Wilberforce.

Os argumentos para o comércio de escravos eram de natureza económica e política pelo que os abolicionistas tinham contra si grandes poderes e interesses.  William Wilberforce travou uma luta titânica, nomeadamente na Câmara dos Comuns. Apresentou várias propostas de lei, bloqueadas vez após vez. Wilberforce expressou assim o seu compromisso: “a perversidade do comércio [de escravos] era tão gigantesca, tão medonha e tão irremediável  que a minha mente estava completamente preparada para a abolição. Fossem quais fossem as consequências. Desde então determinei que nunca descansaria até que tivesse conseguido a sua abolição” (citado em  “131 Christians Everyone Should Know”).

Finalmente, o ultrajante comércio de escravos foi oficialmente abolido em 1807 embora a completa abolição tivesse ocorrido apenas em 1833, ano da morte de Wilberforce. O seu sonho realizar-se-ia.

Wilberforce desempenhou um papel fundamental na criação da British and Foreign Bible Society (Sociedade Bíblica), em 1804, e da Church  Missionary  Society, em 1799. O seu livro “A Practical View…”, publicado em 1797, uma crítica contundente ao Cristianismo acomodado, foi um bestseller. Ele tinha o dom de entender e afirmar a fé cristã permeando todos os domínios da vida. Nas palavras do biógrafo Robin Furneaux, “a sua mensagem era a de que não bastava professar o Cristianismo, levar uma vida decente e ir à Igreja aos Domingos, mas que o Cristianismo atravessa cada aspecto, cada canto da vida cristã. A sua abordagem do Cristianismo era essencialmente prática. 

A história não terá muitas pessoas que tenham contribuído tanto para o bem da sociedade como William Wilberforce, a consciência da nação, nas palavras de Winston Churchill. Como escreveu em “A Practical View…”, os interesses do cristão nominal concentram-se nas coisas temporais, os interesses do cristão autêntico concentram-se em coisas eternas”.  

Amazing Grace é pois um hino que tem cruzado os séculos e cuja história se encontrou com a da luta pela abolição da escravatura. Acaba de dar o seu nome ao filme de Michael Apted, com argumento de Steven Knight, sobre a vida de William Wilberforce. Uma produção da Walden Media, FourBoys Films, Sunflower Produtions e Bristol Bay Productions,  nos cinemas a nível mundial a partir de Fevereiro de 2007, com distribuição limitada. Irá a história de Wilberforce despertar-nos para as formas contemporâneas de escravatura?

 

Fernando Ascenso

Queluz, Portugal

[email protected]

 

Mensagem da

Aliança Evangélica Mundial

sobre o filme Amazing Grace

 

A Aliança Evangélica Mundial, em parceria com a Walden Media, está a dar todo o seu apoio ao filme sobre a abolição da escravatura “Amazing Grace: A História de Wilberforce”, previsto para os cinemas dos Estados Unidos em 23 de Fevereiro, Reino Unido e Canadá em 23 de Março [datas para outros países ainda não conhecidas]. A Aliança Evangélica, em conjunto com a Walden Media, lançou um portal de recursos Amazing Grace que proporciona guiões, sugestões para sermões/mensagens, video clips e outros instrumentos para apoiar as igrejas a terem um impacto nos desafios mundiais que se colocam à sociedade. “Amazing Grace- A História de William Wilberforce” é uma história poderosa da forma como uma pessoa  de fé  pode  mudar o panorama cultural e social dum país”, disse Geoff Tunicliffe, Director Internacional da Aliança Evangélica Mundial. “Cada geração carece ser inspirada por esta história singular. Encorajo todas as pessoas, especialmente aquelas que têm fé, a verem este filme.  Vão com o vosso pequeno grupo. Encorajem toda a igreja a assistir. Serão encorajados e desafiados a fazerem a diferença na sociedade… A Aliança está comprometida em maximizar o impacto do filme,” disse Tunicliffe. “É por isso que preparámos vários recursos agora disponíveis para indivíduos, grupos, escolas e igrejas. Eles são uma ajuda para compreender e aplicar a história de William Wilberforce no vosso contexto.”

 

Sites com amplos recursos sobre “Amazing Grace”:

Parceria Aliança Evangélica/Walden Media: www.amazinggraceresource.com

Domingo Amazing Grace: http://www.amazinggracesunday.com/

Filme “Amazing Grace”:  http://www.amazinggracemovie.com/

Biografia de John Newton, em livro: De Traficante de Escravos a Pregador, Brian Edwards,  Editora Fiel, São Paulo, Brasil, 2001.  http://www.editorafiel.com.br/

Aliança Evangélica Mundial:  http://www.worldevangelicalalliance.com   

Tradução da versão original do hinohttp://newhopemusic.com/songs.a-g/amazinggraceround.brz.htm