“TEM QUE ESCOLHER: A BÍBLIA OU A BÊNÇÃO!”

Isaltino Gomes Coelho Filho

Fui a Rio Bonito, RJ, pregar na Associação Nova Betel. Lá, um colega contou de uma senhora de uma igreja neopentecostal (creio que ele a batizou depois) que questionou o fato de sua igreja não usar a Bíblia. Procurou um dos líderes e disse: “Por que não usamos a Bíblia? Os tradicionais a carregam e eu acho tão bonito! Eu queria trazer a Bíblia para a igreja!”. A pessoa não soube responder e foram falar com o pastor. Este afirmou: “Pra que Bíblia? Os tradicionais a têm, mas não têm a bênção! A irmã tem que escolher: a Bíblia ou a bênção!”. Que “pérola”!

A Bíblia é uma bênção. Basta lê-la para ver isso. Ela bafejou a cultura ocidental no que esta tem de melhor. Justiça, dignidade, preocupação com os pobres, respeito à mulher, cuidado com as crianças! Ela ensina sobre Deus, mostra quem é Jesus, tem promessas e acalenta a vida. É bálsamo na dor. Quantas vidas recuperou! Livro algum fez tanto pela humanidade! Os escritos de ateus e de céticos e a zombaria de desregrados nunca dignificaram alguém. Ela tem este poder porque é a Palavra viva do Deus vivo. É falsa a opção: a Bíblia ou a bênção. Ela é bênção!

Que bênção é essa que “evangélicos” que desprezam a Bíblia, sob orientação de seus caudilhos, têm? Aquelas pessoas estão lá anos a fio, ouvindo que ficarão ricos, e estão na mesma. Ricos ficam quem os manobram! Que ausência de bênção é essa que nós, tradicionais, sofremos? Sem querer avaliar as finanças de cada um, parece-me que a situação econômica dos tradicionais é melhor. Isso é irrelevante e comento para apagar o argumento de que lá está a “bênção”. É bênção ficar na ilusão de que um dia alguém vai levar seu nome num papel para uma fogueira em Israel (Israel permite esse fogaréu todo?) e sua vida vai mudar? Que bênção é essa? A quem não crê em Jesus como Salvador nada valem bênçãos materiais! “O que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e em troca perder a sua alma?” (Mc 8.36).

Mais que bênçãos materiais, que são boas, temos a bênção da nova vida com Cristo: “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestes em Cristo; como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis diante dele em amor; e nos predestinou para sermos filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade” (Ef 1.3-5).

A questão é que a Bíblia mostra quem somos. Ela revela nossa condição espiritual. Por isso muitos fogem dela. Ela fala de pecado, e é melhor ouvir relatórios de psicólogos, sociólogos e biólogos que dizem que somos assim por formação cultural, instintos de sobrevivência e genes. Assim, não há pecado. Mas ela diz que há!  Moody enfocou bem a questão: “Ou este livro me fará evitar o pecado ou o pecado me fará evitar este livro”. Quem é da luz a ama. Quem é das trevas foge dela. Ela lhes é perigosa!

Fique com a Bíblia. Estude-a. Nela você conhecerá mais de Deus e do que ele tem para sua vida. Ser guiado pela Bíblia, o livro de Deus, é uma bênção!