ORAÇÕES DA BÍBLIA – “A maior de todas as orações” – João 17 – 3ª. parte (vv. 20-26)

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

INTRODUÇÃO

É bom quando oram por nós! É bom saber que na nossa dificuldade alguém intercedeu por nós. Um dia Jesus orou por nós: João 17.20. Somos produto do trabalho lançado pelos apóstolos. Cremos na sua palavra e na história que deixaram para a posteridade, a mais bela de todas as histórias, a de Jesus. Mas ele orou por nós. Por mim e por você.  Que pediu?

  1. QUE TIVÉSSEMOS UNIDADE – V. 21

Pai e Filho são unidos: João 14.8-10 e 17.1-5. A igreja deve ter o caráter do Pai e do Filho. Israel foi forte enquanto foi unido. Ao se dividir, no reinado de Roboão, enfraqueceu. Presa fácil para inimigos. Mateus 12.25. Personalismo e ego matam a igreja. Precisamos aprender o sentido de equipe, de família. Não há adversários dentro da igreja. Devemos buscar o bem comum. Foi o desejo de Jesus. Esta oração de Jesus é para o Pai, mas é a igreja que a responde, com sua prática.

 

  1. QUE TIVÉSSEMOS COMUNHÃO COM O PAI E COM ELE – VV. 22 E 26

V. 22: Filho recebeu a glória do Pai e deu à igreja. É sério ser igreja! Ela tem a glória de Deus. Rosto de Moisés brilhava (Êx 34.29) e o de Estevão parecia o de um anjo (At 6.15). E o nosso? V. 26: fez e fará. Fez por eles e fará por nós. Pelo E. Santo: João 14.18. O Pai e Filho se amam. A igreja deve ter este amor em sua vida. Ser cheio do Espírito não é gritar no culto, mas mostrar o amor de Deus. A comunhão com o Pai, o Filho e o Espírito produz amor na vida.

 

  1. QUE DÉSSEMOS TESTEMUNHO – V. 23

Pela nossa unidade. Pessoas diferentes unidas ao redor de Jesus.  Há igrejas ao redor de um líder, de uma doutrina, de um modelo como G-12. Meros movimentos humanos que são idolatrados. A unidade é ao redor de Jesus, não de projetos, por melhores que sejam. Maior testemunho: crê em Jesus, vive o ensino de Jesus, procura imitar a Jesus. Bem expresso: 1Coríntios 11.1, Efésios 5.1 e 1Tessalonicenses 1.6. O verbo “imitar”é  mimétai, mimetismo, um com o ambiente. Um com Deus.

 

  1. QUE VÍSSEMOS A SUA GLÓRIA – V. 24

Alguns logo pensam em Isaías: visões, êxtases, fumaça, fogo. João 1.14. “Do unigênito”, único nascido de Deus. Cheio de graça e de verdade. A graça presente em Jesus, a verdade personificada. O que precisamos conhecer sobre Deus está em Jesus. Tudo se resume nele. Por exemplo, vida eterna, que é? João 17.3. Conhecer a Deus, conhecer a Jesus.

 

CONCLUSÃO

O ensino de Jesus é, como sempre, precioso. Só teremos perfeita comunhão com Deus se nosso coração estiver em paz com os irmãos. A igreja não é um passatempo nem pode ser projeto pessoal ou cultural. É a manifestação da glória de Jesus aos homens. E Jesus é a manifestação da glória de Deus ao mundo. A igreja deve manifestar a glória de Jesus em sua vida. Que a nossa a manifeste.