A ira e o nariz

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

 

INTRODUÇÃO

Viu o título? A ira e o nariz. Parece estranho? É que no hebraico, “nariz” e “ira” são a mesma palavra: ‘af. A idéia é que a ira é uma atitude que aparece no nariz.  Não, nada a ver com Pinóquio.  O iracundo (a pessoa que se ira com facilidade) mostra isso no nariz. Quer um exemplo? Leia Atos 9.1. Onde se lê “respirando” pode se ler “bufando”. É a tradução mais literal. Paulo tinha tanto ódio dos cristãos que bufava como boi feroz. Infelizmente há muito cristão que bufa como boi feroz. E se intitula de “ovelha”, o que é pior. O livro de Provérbios nos fala do iracundo ou, se preferir, do bufador. Vejamos alguma coisa sobre ele.

  1. O homem violento pode se impor, porque as pessoas temem sua violência, mas não o inveje: 3.31. Porque forte não é quem é violento, mas quem se controla. Este é inteligente e o violento é louco: 14.29. O controlado  é o que deve ser imitado: 17.27. O violento é uma pessoa frágil, muito exposta: 25.28. Na realidade, o violento é insensato, um nabhal (lembra dos estudos sobre o insensato?): 12.16. Acaba fazendo doidices: 14.17. Ele é um tolo: 29.11.
  2. A violência nem sempre é física. Pode ser verbal. A pessoa fala demais, sem se controlar, e acaba transgredindo: 10.19. Geralmente, o violento machuca muito com palavras, ao passo que o sábio usa o falar para trazer bem aos outros: 12.18. O cristão não tem uma língua descontrolada: Colossenses 4.6. Devemos lembrar que somos chamados para ser bênção e não maldição.
  3. O homem iracundo é um criador de casos: 15.18 e 29.22. Veja a sétima bem-aventurança proferida por Jesus, no Sermão do Monte, em Mateus 5.9 (já estudamos as bem-aventuranças). É assim que age o cristão.
  4. A pessoa iracunda é alguém insuportável: 21.9 e 21.19. A família o suporta (quando suporta) porque não jeito, mas amigos fogem. E não pára em trabalho algum. Se parar, é apenas tolerado pelos colegas. Quem convive com ele o faz a duras penas.
  5. Um dos aspectos da ira é o de sempre lembrar questões passadas: 17.9. Com isto, os amigos vão-se embora. Aliás, evite o iracundo, se você quiser viver bem: 22.10 e 22.24. Ele é uma pessoa que incendeia tudo: 26.21. A grandeza de uma pessoa é saber esquecer: 19.11.
  6. Existe esperança para o violento? Sim. Veja o caso de Paulo, bufando, em Atos 9.1. Depois da conversão, a ira foi canalizada em serviço. A conversão muda a vida da pessoa. Agora, Paulo não mais bufava de ódio. Chorava por amar o povo de Deus e querer seu bem: Atos 20.31 e 2Coríntios 12.15. O violento pode até ser membro de uma igreja. Mas precisa de rendição total a Cristo. É fácil dizer que Cristo é Senhor do nosso louvor. Mas ele é Senhor do nosso temperamento?