ESTUDO BÍBLICO EM FILIPENSES – TEXTO: 1.9-11 (1ª. parte)

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

Preparado pelo Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho – 11 de janeiro de 2012
 

INTRODUÇÃO

A terceira e mais curta seção da carta.  Paulo ora  pela igreja. É bom verificarmos seu pedido, pois expressa o desejo apostólico para a comunidade cristã. Por certo que nos ajudará, também. Eis a estrutura da sua oração, reproduzindo as expressões que ele emprega (conforme a Versão Revisada, IBB):

 

1. Que o vosso amor aumente mais e mais

2. No pleno conhecimento e em todo discernimento

3. Para que aproveis as coisas  excelentes

4.  A fim de que sejais sinceros e sem ofensa até o dia de Cristo

5. Cheios do fruto da justiça.

 

6. Que vem por meio de Jesus Cristo.

 

7. Para glória e louvor de Deus.

 

 

Mostrado isto, entendamos o propósito de Paulo. No estudo de hoje veremos as quatro primeiras expressões. No próximo estudo, as três seguintes. Não perca sua cópia de hoje.

 

1.  QUE O VOSSO AMOR AUMENTE MAIS E MAIS – A igreja de Filipos era amorosa (1.7 e 4.14-16). Mas deveria crescer, ainda, nesta área. O alvo  para o cristão é o crescimento, e não  a estagnação. Veja 1Tessalonicenses 3.12 e 4.10. Há um alvo para o qual caminhar: Fp 3.13-14. Veja também 2Pedro 3.18. A comunidade cristã deve buscar o aperfeiçoamento.

 

2. NO PLENO CONHECIMENTO E EM TODO DISCERNIMENTO – Não é um amor piegas e inconseqüente. Conhece e discerne. Há necessidade de discernimento na vida cristã. 1Coríntios 12.10: o dom de discernir. Também 1João 4.1.  O caso do “avivamento” na Argentina, pelo qual se gritaram “aleluias”, mas depois se soube que não havia nada daquilo. Viva Tomé!

 

3. PARA QUE APROVEIS AS COISAS EXCELENTES  – “Aprovar” é um verbo grego usado para o teste da qualidade do metal que circulava como moeda. O metal inadequado era retirado, e do bom faziam-se moedas que circulavam. Examinem as idéias e tirem de circulação o que não presta. Aprovar o bem e reprovar o mal. Há um encadeamento lógico: conhecer e discernir para aprovar o bem: 1Tessalonicenses 5.20-22.

 

4.  SEJAM SINCEROS E SEM OFENSA ATÉ O DIA DE CRISTO – “Sincero” vem da mesma raiz que  “sol”, no grego. É a idéia de colocar algo sob a luz do sol para ver sua transparência. Era o teste para ver se havia cera nos buracos da madeira. “Sejam transparentes e nunca dissimulados” é o desejo paulino. “Até o dia de Cristo”. Veja Romanos 2.16. Um dia de julgamento e de prova. Até lá, “sem ofensa”, sem qualquer coisa em nossa vida que ofenda ao Senhor. Outra tradução possível é “sem culpa”. Neste caso, seria para vivermos sem a culpa de nossos pecados, pois que já fomos absolvidos (Rm 5.1).

 

CONCLUSÃO

A oração expressa o desejo de Paulo pela virtuosa igreja de Filipos. Um cristão que busque a excelência por certo que desejará em sua vida as mesmas coisas desejadas por Paulo. Assim façamos. É o desejo registrado na Palavra de Deus. Mas não esgotamos. No próximo estudo completaremos a lista dos desejos do apóstolo em nossa vida.