ESTUDO BÍBLICO EM FILIPENSES – TEXTO: 1.9-11 – 2ª. parte

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO EM FILIPENSES – FOLHA 4

TEXTO: 1.9-11 – 2ª. parte
Preparado pelo Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

 

INTRODUÇÃO

Vimos que esta é a terceira e mais curta seção da carta.  Paulo ora  pela igreja. É bom verificarmos seu pedido, pois expressa o desejo apostólico para a comunidade cristã. Por certo que nos ajudará, também. Vimos a estrutura da sua oração, reproduzindo as expressões que ele emprega (conforme a Versão Revisada, IBB), e comentamos quatro delas, no estudo passado. Neste estudo completamos com as três faltantes.

 

5. CHEIOS DO FRUTO DA JUSTIÇA – Mostrar o fruto de uma vida  de quem foi perdoado (idéia anterior). Que é isto? O fruto da justiça que nos foi imputada em Cristo, o fruto da justificação. O fruto de quem tem o Espírito Santo, que nele veio habitar, quando de sua justificação. É o fruto de Gálatas 5.22-23. IMPORTANTE: hoje se enfatizam muito os dons. Dons podem ser falsificados. Muçulmanos xiitas falam em línguas, bem como católicos, monges budistas e esquimós. Mas o fruto, conforme Gálatas 5.22-23, esse ninguém pode falsificar. Lembremos da palavra de Jesus: Mateus 7.16-18.

 

6. QUE VEM POR MEIO DE JESUS CRISTO – Nós não conseguimos produzir por nós mesmos. É obra de Cristo em nossa vida. Quanto mais houver de Cristo em nossa vida mais frutos teremos. Lembremos Gálatas 2.20. O problema é que muitos crentes querem um Cristo que seja seu serviçal e não se vêem como servos dele, a não ser em afirmações verbais. Neste entendimento, ele deve nos abençoar, mas não tem direitos sobre nós. A vida cristã é Cristo em nós. Ele é o Senhor e tem direitos sobre nossa vida. Não é nosso quebrador de galhos. A profissão de fé da igreja primitiva não era “Jesus é Provedor”, mas “Jesus é Senhor”. Veja a queixa de Paulo em Filipenses 2.21.

 

7. PARA A GLÓRIA E LOUVOR DE DEUS – Não é para exaltação pessoal. Há gente que se orgulha de sua espiritualidade. Há gente que cultua a si mesmo. Há pessoas que vão dar um testemunho, mas exaltam sua pessoa. O nome de Jesus e a glória a Deus só aparecem para compor o quadro. É exaltação a si mesmo. Deus deve ser louvado por nós e glorificado em nossa vida. Em qualquer circunstância. Veja Filipenses 1.20-21.

 

CONCLUSÃO

É uma oração que cobre várias áreas de nossa vida. Ela expressa o desejo de Paulo pela virtuosa igreja de Filipos. Um cristão que busque a excelência por certo que desejará em sua vida as mesmas coisas desejadas por Paulo. Assim façamos. É o desejo registrado na Palavra de Deus.