SINALIZAÇAO DEFEITUOSA, QUE PERIGO!

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

Pastoral do boletim da Igreja Batista Central de Macapá, 22.1.12

Do Cabralzinho, onde moro, para o centro, onde fica a igreja, a rota é a Av. Padre Júlio. Vinha eu por ela, domingo passado, com Meacir. Passamos a Lagoa dos Índios (agora seca, pois o Amazonas está baixo), pela Toca da Onça, e estávamos entrando no Chapéu de Palha. A próxima travessa era a Rua Paraná. Semáforo aberto para mim. Olhei o medidor de tempo (Que chique! Macapá tem semáforo com medição de tempo!). Dispunha de catorze segundos para percorrer cinqüenta metros. Tranqüilo. O semáforo decrescia: 13, 12,11, e, de repente, 0! De 11 para 0! Estava com defeito.

Passei assustado. Um acidente poderia ter acontecido por causa de sinalização defeituosa. Aliás, é a terceira vez que aquele semáforo faz isso. Por isso passo por ali meio precavido.

 

Sinalização defeituosa na vida espiritual é pior ainda. Não são apenas conseqüências físicas, mas morais e espirituais. Falsos profetas arruinaram Judá, que ouvia as mensagens de Jeremias e o odiou porque não profetizava coisas boas como eles. Falsos apóstolos foram uma pedra de tropeço no ministério de Paulo, distorcendo sua obra, difamando sua pessoa, e pior: pregando um falso evangelho. O semáforo defeituoso da Pr. Júlio sucede por causa das chuvas, me disseram. Os semáforos defeituosos dos falsos profetas sucedem porque há pessoas que ignoram ou distorcem a verdade, e porque há pessoas com comichão nos ouvidos.

 

As pessoas seguem um semáforo espiritual errado. Querem viver em seus pecados e serem abençoadas mesmo assim. Querem um Deus paizão que faça vistas grossas ao seu estilo de vida. Um Deus papai Noel, bonachão, entregador de bênçãos. A verdadeira sinalização espiritual foi feita pelo Batista: “Arrependei-vos…” (Mt 3.2). Foi repetida por Jesus: “Arrependei-vos…” (Mt 4.17). Foi assumida pela igreja nascente: “Arrependei-vos…” (At 2.38). Ela pede acerto de vida com Deus. A sinalização espiritual vem da Palavra de Deus. Sinalização espiritual que ignore isto é como o semáforo da Pe. Júlio: leva a risco muito sério.

 

O Novo Testamento, revelação surgida do advento de Jesus, nos dá uma orientação bem clara sobre como viver nesta vida e como nos prepararmos para a vida futura. Mas há gente que está com a sinalização incompleta, guiando-se pelo Antigo Testamento, em passagens escolhidas (geralmente sobre pessoas que foram abençoadas). A nova revelação trazida por Jesus é a bússola segura, que a revelação antiga apenas esboçou e para a qual apontou.

 

Ao dirigir pela Pe. Júlio, tome cuidado ao se aproximar da Rua Paraná. O semáforo não merece confiança. E andando por esta vida, tome mais cuidado: a sinalização fora de Jesus Cristo é mais que incerta. É uma tremenda roubada…