ESTUDO BÍBLICO SOBRE DIACONATO – 1

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO SOBRE DIACONATO – 1

Preparado pelo Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

INTRODUÇÃO

              “Diácono” vem de diákonos,  que significa “servo”. Originalmente, “quem serve à mesa”.  Era o escravo que, sem habilidade artística ou manual, servia às mesas. Era o servo mais indigno.  Mas antes de ver a função, vamos ver o conceito de “diaconía”.

1. O CONCEITO DE DIACONIA

              Diakonía pode ser traduzido por “ministério”. Hoje é um termo pomposo, como “ministro”,  outra tradução para “diácono”. Ministros são auxiliares do Presidente. A ideia é que ajudam alguém que tem uma função mais elevada. O exemplo disso no Novo Testamento: Atos 6.2-4. Mas a ideia de auxiliar alguém na Bíblia, como ministro, diácono ou servo (sinônimos) está em Êxodo 18.13-26. Os auxiliares de Moisés eram um tribunal de pequenas causas, liberando-o para causas mais importantes. Esta é a função do diácono. Ele libera o pastor, sem este viés jurídico, mas administrativo. O pano de fundo de Atos 6 e Êxodo 18 é o mesmo: desembaraçar o líder para sua tarefa.

 

2. DIACONIA NÃO É SÓ PARA DIÁCONOS

A Declaração Doutrinária (DD) da Convenção Batista Brasileira(CBB) diz, no Artigo VII, item 3: “Há nas igrejas, segundo as Escrituras, duas espécies de oficiais: pastores e diáconos”. Mais tarde veremos isso. Mas a atividade de diaconía não se restringe aos diáconos. Eis alguns exemplos:

(1) Os primeiros diáconos do NT foram anjos: Marcos 1.13. O grego é diékonoun, “prestar serviço”. 

(2) Mateus 8.15. Maria se levantou e diakonéi, “foi servir”. A ideia é a de prestar um serviço a Jesus, mesmo que como dona de casa. O serviço a Jesus é um ato de diaconía ou serviço de um diácono.

(3) Lucas 8.1-3. “Serviam” é diákonoun. A ideia se repete em Mateus 27.55. Pode se diaconar a Jesus com os bens. Isto é: colocar os bens a serviço a dele.

(4) 1Pedro 4.10. Todos são diáconos de todos. O grego é diakonountes, “ponde-vos a serviço uns dos outros”. Além de servirmos a Jesus, servimos aos irmãos. Todos somos diáconos dele e todos somos diáconos dos outros. Diácono não domina, mas serve.

Que bagunça! Todo mundo é diácono, então? Não! Lembre-se da DD da CBB. Todos devem ter este espírito de serviço. A vida cristã é serviço a Deus e aos outros. Quando servimos a Jesus imitamos os anjos (lembra de Marcos 1.13?). Também parecemos com eles quando servimos aos irmãos: Hebreus 1.14 diz que eles são espíritos enviados para diakonían (“fazer diaconato”).

 

CONCLUSÃO

“O que eu ganho servindo aos outros?”, perguntará alguém. Você se torna parecido com Jesus: João 13.1-5. Ele serviu. Marcos 10.45:  “Pois também o Filho do homem não veio para ser diaconado, mas para diaconar e dar a sua vida em resgate de muitos”. Jesus foi o supremo diácono. Ele nos deu o exemplo.