NÃO MUDARÁ NADA EM 2013

NÃO MUDARÁ NADA EM 2013

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

Pastoral do boletim da Igreja Batista Central de Macapá, 31.12.12

Por que as pessoas se agitam tanto com a virada do ano? Fogos, ceia especial, roupa nova, presentes, a costumeira bebedeira (o Brasil está virando um imenso botequim e um entreposto de drogas!), e nas igrejas, um culto especial. O que haverá em 1 de janeiro de 2013 que fará tanta diferença em nossa vida? O que haverá em janeiro que não houve antes?

Sejamos lúcidos: 1 de janeiro de 2013 não mudará a vida que tivemos até 31 de dezembro de 2012. Nossas contas não serão automaticamente zeradas. As rugas dos idosos e as espinhas dos adolescentes não desaparecerão. Nossas desavenças pessoais não sumirão. Nossas enfermidades não fugirão. Por que tanto frenesi pela mudança de data? Passaremos de um dia para outro. Se o ano começasse em setembro, 1 de janeiro seria um dia trivial.

A agitação é porque necessitamos de esperança. Porque gostaríamos de começar tudo de novo, corrigindo os erros que cometemos, evitando as injustiças que sofremos, superando as dores que tivemos. Gostaríamos de zerar a vida e recomeçar com novas possibilidades. A ideia de um novo ano permite isso. É como se nos tornássemos tabula rasa e fôssemos escrever a vida a partir de 1.1.13. Precisamos sonhar que as coisas melhorarão. Precisamos pensar que tudo será diferente e que, no movimento do relógio, tudo de ruim estará afastado e tudo de bom nos será trazido.

Ledo engano. Nossos medos continuarão lá. Nossas dúvidas, incertezas e angústias estarão no mesmo lugar. Não ficaremos mais novos. Nem mais ricos. Cada um de nós, sem exceção, estará mais longe do ventre materno e mais perto da sepultura. Não mudará nada.

Não mudará nada se formos os mesmos. A maior mudança de nossa situação não se dá por mudanças externas. Deve vir de dentro. Se o ano que finda lhe foi bom, tudo bem. Poderá ser melhor. Mas se não foi, não espere mágica. Trabalhe duro para ter um feliz 2013.

O ano de 2013 poderá ser diferente, melhor que todos, se sua vida for radicalmente submetida a Jesus Cristo e conduzida pelo Espírito Santo. Se você se quebrantar ao pé da cruz e clamar por transformação. E se tomar algumas atitudes simples. Dome seu temperamento. Mude seu jeito de tratar as pessoas. Mude sua visão do mundo. Domestique sua língua. Assuma o compromisso de ser mais consagrado a Deus. Transforme seu homem interior, com a ajuda do Espírito Santo. Então 2013 será diferente. Mas se você não mudar, não espere que a mudança de data melhore sua vida.

Nada lhe mudará em 2013, se você não mudar. Bem disse Mark Twain: “Todos falam em mudar em mundo, mas ninguém quer mudar-se a si mesmo”. Mude-se. Peça a Deus que o mude. Senão, nada mudará.