Arquivo mensais:dezembro 2012

NÃO MUDARÁ NADA EM 2013

NÃO MUDARÁ NADA EM 2013

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

Pastoral do boletim da Igreja Batista Central de Macapá, 31.12.12

Por que as pessoas se agitam tanto com a virada do ano? Fogos, ceia especial, roupa nova, presentes, a costumeira bebedeira (o Brasil está virando um imenso botequim e um entreposto de drogas!), e nas igrejas, um culto especial. O que haverá em 1 de janeiro de 2013 que fará tanta diferença em nossa vida? O que haverá em janeiro que não houve antes?

Continue lendo NÃO MUDARÁ NADA EM 2013

O LADRÃO DO NATAL

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

Pastoral do boletim da Igreja Batista Central de Macapá, 23.12.12

            No Shopping Macapá, ouvi um jovem dizer a outro: “Papai Noel roubou o lugar de Jesus!”.  É verdade. As pessoas não querem saber de Deus, mas de festas religiosas amaciadas. Na “semana santa”, um coelho que bota ovos de chocolate tomou o lugar de Jesus. No natal, o personagem central é um idoso esquisito. Nos dois eventos, o sentido religioso foi substituído pela confraternização humana. São datas comerciais. O apelo é para consumir. O natal, por exemplo, perdeu o sentido espiritual. São presentes, bebidas e a ceia da meia noite.

 

Comércio quer vender. Pior que ele são os cristãos que desfiguram o natal. Alguns desfiguraram o evangelho com suas esquisitices e agora combatem o natal, dizendo-o festa pagã. Opõem-se a qualquer culto com ênfase no nascimento de Jesus. São os reinventores do evangelho.

Continue lendo O LADRÃO DO NATAL

GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA – 27 – Destino final dos homens

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA – 27

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho.

 

INTRODUÇÃO

O último item da DD, não poderia ser outro, é o destino final dos homens. Haverá um juízo! Nós, os salvos, não seremos julgados para salvação, mas compareceremos perante o tribunal de Cristo. Seremos julgados para galardão: 2Coríntios 5.10 e Apocalipse 14.13. A moralidade de Deus se estende sobre os ímpios e também sobre os salvos. Vejamos o ensino bíblico sobre o destino final dos homens.

Continue lendo GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA – 27 – Destino final dos homens

GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA – 26 – Morte

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA – 26

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho.

 

INTRODUÇÃO

Benjamin Franklin disse que só há duas coisas certas na vida: a morte e os impostos. Índios não pagam impostos, mas morrem. Ela é a única realidade inevitável na vida. Disse Kierkegaard: “O homem nasce para morrer. E começa a morrer quando nasce”. As pessoas evitam pensar no tema, que é a única realidade comum a todos. Como fugir da única coisa certa? Ela assusta e é uma incógnita. Mas a Bíblia, o livro mais confiável do mundo, esclarece bem sobre ela. Quem acata o ensino da Bíblia sobre o que fazer na vida, pode esperar a morte usando o título da composição de Bach: “Vem, doce morte!”. Porque ela não é o fim. Quando morrermos, não será o fim. Será o início de algo fantástico: a concretização, na nossa vida, do que cremos. Cristãos imaturos temem a morte. Cristãos convictos não a desejam, mas não a temem. Quando ela vier, eles serão promovidos.

Continue lendo GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA – 26 – Morte

A MAIS SÁBIA ORAÇÃO PARA 2013

Isaltino Gomes Coelho Filho

Em 2013, nossa igreja usará o “Presente diário”, antigo “Pão diário”, como subsídio para devocionais nos lares dos seus membros. Fui ler as devocionais e me encantei com uma, muito profunda e tão simples, que ainda não me ocorrera. Seu título é “Vontade” e seus suportes são o Salmo 40.8 e Mateus 6.10. Neste último texto, o foco é a expressão de Jesus “Seja feita a tua vontade assim na terra como no céu”. Continue lendo A MAIS SÁBIA ORAÇÃO PARA 2013

CACHORRO QUENTE NA BARRACA DO TIÃO

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

Pastoral do boletim da Igreja Batista Central de Macapá, 9 de dezembro de 2012

Dia 4, Meacir e eu completamos 41 anos de casados. Sem melosidade: deu certo. Fomos almoçar fora e comentei com uma pessoa: “Vou levá-la para comer cachorro quente na barraca do Tião”. Tal barraca é fictícia. Nós a criamos. Na nossa ficção, dizemos que os urubus pousam na cumieira da barraca, mas de vez em quando algum deles desmaia, só com o cheiro do produto tiãozeiro. Nem eles aguentam. Imaginem, dois branquelos comendo o sanduba de salsicha, em pé, ao sol de Macapá, sol que frita o rio Amazonas. Tentei casar o Tião com uma amiga, dizendo-o um Adônis: só tem dois dentes, mau hálito, nariz escorrendo e pé cascorento, mas a amiga não quis. Continue lendo CACHORRO QUENTE NA BARRACA DO TIÃO

GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA – 25 – Família

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA – 25

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho.

 

INTRODUÇÃO

Há um grande esforço hoje para desmanchar a família. Ela é a base da sociedade. Quando é bem estruturada ela mantém a sociedade bem estruturada. Desmontada, a sociedade entra em desordem. A alguém interessa o seu desmanche. Um deputado propôs o levantamento de uma estátua à prostituta, reconhecendo os grandes benefícios que ela trouxe à sociedade brasileira. Por que não uma estatua à mãe, que trouxe muito mais benefícios? Por que a insistência em declarar a família falida, sem olhar para muitas famílias que vivem bem, em harmonia? Por que o foco nas fracassadas, mostrando-as como regra, e não nas estruturadas, mostrando-as como modelo? Qual nosso entendimento sobre a família?

Continue lendo GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA – 25 – Família

CADA UM É LIVRE PARA FAZER O QUE QUER

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

Ouvi esta frase, num programa de televisão: “Cada um é livre para fazer o que quer”. Ela me fez pensar.

O homem é dotado de capacidade de pensar e tomar decisões. É responsável por seus atos. Não se pode impor a alguém uma religião ou uma ideologia, por exemplo. Pais escrupulosos não imporão uma profissão a seus filhos. Respeitarão suas habilidades e o seu pendor. Neste sentido, a frase tem certa razão. Cada um faz o que quer de sua vida, sendo por isso responsável. Neste sentido, a liberdade é plena. Continue lendo CADA UM É LIVRE PARA FAZER O QUE QUER

SAL SEM SAL?

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

Publicado originalmente na revista “Você”.

Vós sois o sal da terra; mas se o sal se tornar insípido, com que se há de restaurar-lhe o sabor? para nada mais presta, senão para ser lançado fora, e ser pisado pelos homens” (Mt 5.13).

Quando era criança, este autor foi vítima de uma brincadeira de 1º de abril, feita por sua irmã, também criança. Ela lhe fez um cafezinho, o primeiro cafezinho que fez na vida. E deu para o irmão, que, todo prosa, o bebeu. Puxa, era o primeiro café feito pela irmã, e ela fez para ele! Mas ela o havia temperado com sal. Bebi e cuspi, imediatamente, ao primeiro gole. Que coisa horrível! Café com sal! O café, depois que ela adoçou outra xícara com açúcar, estava bom. Mas o sal estragou a primeira xícara. Continue lendo SAL SEM SAL?