Arquivo mensais:abril 2011

A BÍBLIA É A PALAVRA DE DEUS, DESDE QUE…

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

Pastoral do boletim da Igreja Batista Central de Macapá, 1 de maio de 2011

A Bíblia é a Palavra de Deus, desde que:

  1. Não nos fale da criação. O mundo simplesmente aconteceu, e a evolução é um fato. Subordinando a Bíblia a esta teoria, tudo bem.
  2. Não nos fale de pecado e depravação da raça humana. Isso é medieval. As pessoas são boas. Precisam apenas desenvolver o seu potencial. O único pecado é a falta de amor.
  3. Não nos fale de igreja. Igreja já era. Podemos ser crentes sem os outros. O importante é a sinceridade. Vez por outra podemos ir à igreja, havendo tempo. A Bíblia não pode pedir compromisso.  Seguir a Jesus é questão íntima. Continue lendo A BÍBLIA É A PALAVRA DE DEUS, DESDE QUE…

Provérbios – Uma introdução ao livro

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

INTRODUÇÃO

Não há enredo. São pensamentos acumulados em séculos de cultura hebraica. Atribuído a Salomão (971-931 a.C.), e concluído por Ezequias (715-686 a.C.), cf. Pv 25. Mais de 250 anos de observação, análise e reflexão, além da orientação do E. Santo. Veremos alguns de seus temas nele. Hoje, uma visão geral.

 

1. UMA OBSERVAÇÃO PRIMÁRIA – A finalidade do livro: 1.2-6. Atente à expressão conhecer a sabedoria. “Sabedoria” é a palavra hokhmâ, cujo sentido é “ter orientação para viver bem”. Não é especulação ou sentimento. É prática. Os sábios, hâkhamyn, eram muito respeitados em Israel. Ligados à corte, organizavam e ensinavam ao povo a sabedoria prática e o conhecimento (Ec 12.9). Ensinavam a viver bem. A Bíblia ensina como viver bem, neste mundo. O fiel deve ser sábio.

Continue lendo Provérbios – Uma introdução ao livro

USADOS, ABUSADOS E DESCARTADOS, NÃO ESMOREÇAM!

“Então, ela invocou o nome do SENHOR, que lhe falava: Tu és Deus que vê; pois disse ela: Não olhei eu neste lugar para aquele que me vê? Por isso, aquele poço se chama Beer-Laai-Roi; está entre Cades e Berede” (Gênesis 16.13-14).

 

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

 

Pobre Agar! Apenas um objeto nas mãos de Sarai e Abrão. Sarai dispôs dela como se fosse uma coisa.  Deu-a a Abrão para que o marido a engravidasse. A escrava era apenas uma coisa, como um animal.   Os filhos dos escravos não eram seus, mas do dono. Como os filhotes de gatos e cachorros que os humanos, donos da fêmea animal, dispõem como querem. Sarai a deu a Abraão para ela, Sarai, ter um filho.

Continue lendo USADOS, ABUSADOS E DESCARTADOS, NÃO ESMOREÇAM!

É O CORDEIRO, NÃO O COELHO!

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

Pastoral do boletim da Igreja Batista Central de Macapá, 24.4.11

A sociedade secularizou o natal. Tirou o foco de Jesus para Papai Noel e da paz de Deus aos homens por meio de Jesus em fraternidade. O aspecto vertical foi substituído pelo horizontal.

Sucedeu o mesmo com a páscoa. A páscoa judaica (sua instituição está em Êxodo 12) era uma profecia da obra de Jesus. Mas Jesus foi transformado em coelhinho, que ainda por cima bota ovos de chocolate. E negar isso é desmancha-prazeres! A ceia de Jesus com os discípulos, formatando a igreja como corpo e família, cede lugar a uma ceia com a família sanguínea. É a adaptação do evangelho pela sociedade secular, e a privatização da fé pelas pessoas.

Continue lendo É O CORDEIRO, NÃO O COELHO!

AFINAL DE CONTAS, O QUE É JESUS?

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

Pastoral do boletim da Igreja Batista Central de Macapá, 17 de abril de 2011

Segundo Erich Fromm, o sucesso de Jesus Cristo na história é que ele é a idealização do homem. Projetamos nele o que gostaríamos de ser. Sua historicidade não conta. Sua figura é a projeção de nossas carências subjetivas. Fosse ele Zé das Couves, o impacto seria o mesmo. Porque ele não é tanto uma figura histórica. É a projeção de um anseio psicológico coletivo. Soa absurdo?

Continue lendo AFINAL DE CONTAS, O QUE É JESUS?

Estudo bíblico em João 11.39 – “Tirai a pedra”.

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

 

INTRODUÇÃO

Ele já decidiu o que vai fazer. Desde que ouviu a notícia. Assenta coisas no coração antes que a crise esteja grande ou que estejamos num beco sem saída. Ele já tomou a decisão. Cada passo seu confirma isso. Deixou acontecer, mas tem um propósito. Assim chegamos a este momento, que impressiona e esclarece. Aprendemos algumas coisas desta sua ordem.

Continue lendo Estudo bíblico em João 11.39 – “Tirai a pedra”.

ORAÇÕES DA BÍBLIA – “Uma oração respondida e não crida” – Atos 12.1-15

 

Preparado pelo Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

 

INTRODUÇÃO

Examinamos este texto quando, estudando biografias, analisamos Rode, a menina que aparece na história. Hoje analisamos a oração da igreja. Ela pediu, recebeu a resposta e não acreditou que Deus respondera sua oração. Estranho? Vejamos o caso, e vejamo-nos aqui, neste episódio.

Continue lendo ORAÇÕES DA BÍBLIA – “Uma oração respondida e não crida” – Atos 12.1-15

A PALAVRA DESIMPEDIDA

 

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

Pastoral do boletim da Igreja Batista Central de Macapá, 10.4.11

 

“Enquanto Jeremias estava ainda preso no pátio da guarda, a palavra de Iaweh lhe foi dirigida uma segunda vez” (Jr 33.1). Os homens prenderam Jeremias para calarem a palavra de Deus que vinha por ele. O Senhor foi ao cárcere lhe falar.

Este fato nos ensina que a Palavra de Deus não pode ser calada. A mídia tenta, ironizando e depreciando a Bíblia. Regimes ateus e de religiões que temem o evangelho tentam. Satanás tenta. Mas a Palavra de Deus não morre. Sempre triunfa. O comunismo não a impediu. O ateísmo não a impede. O Islã não a impedirá. Deus nunca se cala. Vemos também que não se impede um servo de Deus de ter comunhão com ele. Prenderam Jeremias para ele não receber mais a palavra de Deus. Deus  foi lhe falar na prisão. Deus sempre está com seus servos. Não se detém Deus.

Continue lendo A PALAVRA DESIMPEDIDA

ORAÇÕES DA BÍBLIA – “A oração de um demônio” – Marcos 1.23-26

Preparado pelo Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

 

INTRODUÇÃO

“Oração de um demônio?”, perguntará alguém. “Demônios não oram!”. Se orar é falar com Deus Pai ou falar com Jesus, este orou. Além de orar, fez uma bonita afirmação teológica. E tinha convicção do que falava. Isto vai encaminhar nosso raciocínio. “A oração de um demônio” vai nos ajudar a entender o que oração não é, e como deve ser. Analisemos o texto.

Continue lendo ORAÇÕES DA BÍBLIA – “A oração de um demônio” – Marcos 1.23-26