Arquivo mensais:Maio 2012

ESTUDO BÍBLICO SOBRE O DIACONATO – 2a. PARTE

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO SOBRE O DIACONATO – 2a. PARTE

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

 

INTRODUÇÃO

Já analisamos o conceito de diaconia. Hoje veremos o texto que tem sido apontado como o surgimento do diaconato na igreja cristã: Atos 6.1-7

 

1. UMA CONSIDERAÇÃONão são chamados de  diáconos. Classe de  auxiliares. V. 1: “distribuição diária” é “diaconia diária”, no grego. No v. 2, “sirvamos às mesas” é “diaconemos às mesas”, no grego. Irineu e Cipriano, pastores nos anos 157 e 258, declararam ser a instituição dos diáconos. Continue lendo ESTUDO BÍBLICO SOBRE O DIACONATO – 2a. PARTE

A LIÇÃO DOS PATOS

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

Pastoral do boletim da Igreja Batista Central de Macapá, 20.5.12

 

(Publicado originalmente no boletim da PIB de Manaus, AM, em 29.10.1995)

Você já deve ter visto cenas em televisão, se é que não viu ao vivo, de bandos de patos selvagens voando, em uma bonita formação em V. Eles não voam como um bando informe ou disforme. Escolhem esta posição de vôo por motivos bem funcionais. Veja só o porquê, e avalie as lições para nós.

 

Quanto um pato bate as asas, cria um vácuo para o pássaro seguinte. Voando em formação V, o bando tem seu desempenho melhorado em 71% do que em vôo solitário. Lição: as pessoas que compartilham uma direção comum e em senso de grupo alcançam seus objetivos mais rápida e facilmente. É melhor ser um cristão em grupo que ser solitário.

Continue lendo A LIÇÃO DOS PATOS

GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA – 2

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA – 2

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

 

INTRODUÇÃO

A segunda doutrina a estudar é a doutrina de Deus. Falamos muito de Deus, mas quem é ele?  A DD fala de “triunidade”. Deus é trino e triúno (ou seja, as pessoas não são conflitantes e são uma). Trindade e triunidade caminham juntas. São três pessoas e as três pessoas são una.

 

II- Deus

O único Deus vivo e verdadeiro é Espírito pessoal, eterno, infinito e imutável; é onipotente, onisciente, e onipresente; é perfeito em santidade, justiça, verdade e amor.1 Ele é o criador, sustentador, redentor, juiz e Senhor da história e do universo, que governa pelo seu poder, dispondo de todas as coisas, de acordo com o seu eterno propósito e graça.2 Deus é infinito em santidade e em todas as demais perfeições.3 Por isso, a ele devemos todo o amor, culto e obediência.4 Em sua triunidade, o eterno Deus se revela como Pai, Filho e Espírito Santo, pessoas distintas mas sem divisão em sua essência.5
1) Dt 6.4; Jr 10.1; Sl 139; 1Co 8.6; 1Tm 1.17; 2.5,6; Ex 3.14; 6.2,3; Is 43.15; Mt 6.9; Jo 4.24;  Ml 3.6; Tg 1.17; 1Pe 1.16,17
2) Gn 1.1; 17.1; Ex 15.11-18; Is 43.3; At 17.24-26; Ef 3.11; 1Pe 1.17
3) Ex 15.11; Is 6.1,2; 57.15; J34.10
4) Mt 22.37; Jo 4.23,24; 1Pe 1.15,16
5) Mt 28.19; Mc 1.9-11; 1Jo 5.7; Rm 15.30; 2Co 13.13; Fp 3.3

 

COMENTÁRIO: Preste atenção nesta afirmação: “Ele é o criador, sustentador, redentor, juiz e Senhor da história e do universo, que governa pelo seu poder, dispondo de todas as coisas, de acordo com o seu eterno propósito e graça”. Isto é mais suficiente para confiarmos a vida a ele.  Veja também esta afirmação: “Por isso, a ele devemos todo o amor, culto e obediência”. Ele não é um “quebra galhos” e nem existe em função de nós, mas nós devemos viver em função dele. Deus não é papai Noel. É um Ser sério, que merece amor e respeito. Não é uma força nem uma energia cósmica, mas um Ser Vivo.
1- Deus Pai

Deus, como Criador, manifesta disposição paternal para com todos os homens.1 Historicamente ele se revelou primeiro como pai ao povo de Israel, que escolheu consoante os propósitos de sua graça.2 Ele é Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo, a quem enviou a este mundo para salvar os pecadores e deles fazer filhos por adoção.3 Aqueles que aceitam a Jesus Cristo e nele creem são feitos filhos de Deus, nascidos pelo seu Espírito, e, assim, passam a tê-lo como Pai celestial, dele recebendo proteção e disciplina.

 

1) Is 64.8; Mt 6.9; 7.11; At 17.26-29; 1Co 8.6; Hb 12.9
2) Ex 4.22,23; Dt 32.6-18; Is 1.2,3; 63.16; Jr 31.9
3) Sl 2.7; Mt 3.17; 17.5; Lc 1.35; Jo 1.12
4) Mt 23.9; Jo 1.12,13; Rm 8.14-17; Gl 3.26; 4.4-7; Hb 12.6-11

 

COMENTÁRIO: Deus Pai é como a Bíblia mostra Deus em suas atividades com Criador, que escolheu Israel para que esta nação o revelasse ao mundo. Ele é Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo e é nosso por adoção (Jo 1.12). É Criador de todos, mas Pai dos que se rendem a Ele, na pessoa de Jesus. Nascemos da carne, por nossos pais. Quando cremos, nascemos do Espírito (Deus é Espírito) e nos tornamos seus filhos. Na cultura oriental, o pai era alguém a quem os filhos deviam a vida e a quem deviam honrar. E era alguém que cuidava dos filhos e os protegia. É uma excelente figura para mostrar Deus. A questão é a masculinidade de Deus, mas a figura de Deus como Criador, cuidador e merecedor de honra.

UMA IGREJA RESPONSÁVEL

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

Pastoral do boletim da Igreja Batista Central de Macapá, 20.5.12

            A vida que prezamos, de Elton Trueblood, é um livro que comprei quando seminarista, e que li umas cinco vezes. Vez por outra o folheio e revejo as anotações. Um de seus capítulos é “A aceitação da responsabilidade”. Trueblood cita Robert Luis Stevenson, que diz: “Algum dia o mundo voltará à palavra ‘dever’ e abandonará a palavra ‘prêmio’. Não há prêmios, e há muitos deveres. E quanto mais cedo um homem reconhecer isso e agir de acordo, tanto melhor para ele” (p. 79). Continue lendo UMA IGREJA RESPONSÁVEL

GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA – 1 – “As Escrituras Sagradas”

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA – 1 – “As Escrituras Sagradas”

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

 

INTRODUÇÃO

O estudo de doutrinas deve começar pelo conceito que temos sobre a Bíblia. Ela é a fonte de autoridade, para nós em matéria de religião. Não podemos discutir nada sem sua orientação. Comecemos por aqui. Eis o tópico primeiro da Declaração Doutrinária da Convenção Batista Brasileira: Escrituras Sagradas.

A Bíblia é a Palavra de Deus em linguagem humana. 1 É o registro da revelação que Deus fez de si mesmo aos homens.2 Sendo Deus seu verdadeiro autor, foi escrita por homens inspirados e dirigidos pelo Espírito Santo.3 Tem por finalidade revelar os propósitos de Deus, levar os pecadores à salvação, edificar os crentes e promover a glória de Deus.4 Seu conteúdo é a verdade, sem mescla de erro, e por isso é um perfeito tesouro de instrução divina.5 Revela o destino final do mundo e os critérios pelo qual Deus julgará todos os homens.6 A Bíblia é a autoridade única em matéria de religião, fiel padrão pelo qual devem ser aferidas as doutrinas e a conduta dos homens.7 Ela deve ser interpretada sempre à luz da pessoa e dos ensinos de Jesus Cristo.8 Continue lendo GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA – 1 – “As Escrituras Sagradas”

ESTUDO BÍBLICO SOBRE DIACONATO – 1

IGREJA BATISTA CENTRAL DE MACAPÁ

ESTUDO BÍBLICO SOBRE DIACONATO – 1

Preparado pelo Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

INTRODUÇÃO

              “Diácono” vem de diákonos,  que significa “servo”. Originalmente, “quem serve à mesa”.  Era o escravo que, sem habilidade artística ou manual, servia às mesas. Era o servo mais indigno.  Mas antes de ver a função, vamos ver o conceito de “diaconía”. Continue lendo ESTUDO BÍBLICO SOBRE DIACONATO – 1

A TRADUÇÃO DE MINHA MÃE

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

Pastoral do boletim da Igreja Batista Central de Macapá, 13 de maio de 2012

              Alguns pastores conversavam sobre traduções bíblicas, comentando os prós e contras e dizendo qual era sua tradução preferida. Um deles disse que sua versão preferida era a da sua mãe. Um colega, surpreso, lhe disse: “Eu não sabia que sua mãe conhecia tão bem hebraico, aramaico e grego para fazer uma tradução!”. O primeiro retorquiu: “Ela não sabia. Na realidade, sabia pouco do português. Ela traduziu a Bíblia em sua vida!”. Continue lendo A TRADUÇÃO DE MINHA MÃE

REFLEXÕES À BEIRA DO RIO MADEIRA

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

Pastoral do boletim da Igreja Batista Central de Macapá, 6.5.12

                Voltei a Porto Velho, após três anos. Eu fora em 2009, falar no retiro dos pastores de Rondônia. Fez frio. Ventos vindos dos Andes caíram a temperatura a 17 graus. Preguei com um casaco emprestado pelo Pr. Shirleyton, da PIB de P. Velho. Brinquei com os pastores: valeu-me muito, pois com o casaco veio a espiritualidade do Shirleyton. Ele é tão santo que a gente pega santidade dele por osmose. Continue lendo REFLEXÕES À BEIRA DO RIO MADEIRA

JUÍZES 6.11 – APRENDENDO COM GIDEÃO

JUÍZES 6.11

APRENDENDO COM GIDEÃO

Preparado para o VII Encontro dos Gideões Internacionais, campo Rondônia/Acre e repartido com a Igreja Batista Central de Macapá

Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho

 

INTRODUÇÃO

Gideão surge em Juízes 6.11.  Seu nome significa “lenhador” ou “cortador”. Um sentido secundário é “guerreiro”. Surge amedrontado, escondido, sacudindo e limpando trigo. Um anjo o encarrega de libertar o seu povo. De medroso ele passa a libertador. Esta é a primeira lição que aprendemos de sua vida: sem Deus, os obstáculos são enormes. Quando Deus entra em nossa vida, tudo muda. Só o poder de Deus pode transformar radicalmente uma pessoa e todo o seu contexto. A presença de Deus numa vida faz diferença.

Continue lendo JUÍZES 6.11 – APRENDENDO COM GIDEÃO